FIQUE DE OLHO 28/03/2018 - 07h00

A frutose pode ou não ser vilã na alimentação?

Presente em frutas e alimentos industrializados, a substância quando consumida em dose máxima de até 16 gramas por dia não é prejudicial à saúde. Nutricionistas defendem que ingestão ideal não traz risco de obesidade e doenças cardíacas
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19145, 'email': 'joyceoliveira@opovo.com.br', 'nome': 'Joyce Oliveira'}
Joyce Oliveira joyceoliveira@opovo.com.br

Foto: Pixabay/silviarita
"Não é o consumo de frutas ricas em frutose que tem aumentado o risco de obesidade", defende nutricionista
O gostinho delicioso das frutas vem da frutose, açúcar natural que está presente em grande parte dos alimentos. "A frutose está na maçã, na uva, na laranja, no mamão e também nos sucos de frutas", pontua o nutricionista Paulo Carvalho. No entanto, ela não está presente apenas nos vegetais comestíveis. Alguns produtos industrializados também possuem o açúcar, razão pela qual é importante existir moderação no consumo. "Alimentos como xarope de milho e mel possuem um quantia muito concentrada de frutose. Por isso, é necessário o consumo equilibrado", afirma o especialista destacando que problemas cardiovasculares, aumento no ácido úrico e formação de cálculos renais podem ser consequência do alto consumo da substância.

A nutricionista Fernanda Fernandes também ressalta que a frutose prejudicial é aquela que não é de fonte confiável. "Não é o consumo de frutas ricas em frutose que tem aumentado o risco de obesidade, acúmulo de gordura no fígado, aumento das frações lipídicas (gordura no sangue), entre outros problemas de saúde que hoje muitos leigos e, até profissionais de saúde, relacionam com a frutose", pontua.

O suco da fruta, quando recebe adição de sacarose, porpularmente conhecida como "açúcar de mesa", deixa de ser totalmente saudável, alerta Carvalho. "Quando você acrescenta o açúcar, está retirando a natureza da fruta e, dessa forma, aumentando as calorias vazias."

Recomendações
Carvalho afirma que, embora não exista nenhuma quantidade certa de frutose definida para o consumo, há recomendações. "O ideal é que o consumo de frutose seja inferior a 16 gramas por dia." Fernanda aconselha que sempre seja preferível consumir produtos naturais. "É importante evitar os alimentos industrializados, principalmente aqueles com alto teor de frutose. É indispensável ter uma alimentação mais natural, priorizando a ingestão de frutas", finaliza. 

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Especialista dá dicas sobre saúde masculina play

Especialista dá dicas sobre saúde masculina

anterior

próxima

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-07-17_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS