Lazer 22/09/2016 - 13h08

Saiba como e onde preparar um bom piquenique em Fortaleza

As programações culturais e os espaços são algumas das características que tornam os parques queridinhos para a realização de piqueniques, reunindo famílias e amigos ao ar livre
notícia 5 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 18779, 'email': 'larissaviega@opovo.com.br', 'nome': 'Larissa Viegas'}
Larissa Viegas larissaviega@opovo.com.br
Fotos: Ethi Arcanjo

O hábito de se reunir em um parque nasceu na mesma época que a designer de moda Raquel Araújo descobriu que estava grávida. Na companhia do marido, Erico Praça, passou a participar de roda de gestantes aos sábados, com o intuito de se informar sobre o parto humanizado. “A gente não tinha o hábito, mas sempre ‘invejava’ os piqueniques. E tinha uma outra questão: não havia tanta segurança”, declara Raquel. Da gravidez ao nascimento de Elis, de um ano e dois meses, a rotina mudou.

O nascimento da bebê levou o casal a frequentar mais parques e praças para pegar sol, se divertir e pisar na grama, sempre acompanhado do mascote Rico, um golden retriever. “Hoje fazemos [piquenique] pelo menos uns três fins de semana ou domingos por mês. E aos sábados ainda frequentamos as rodas de informação de parto humanizado, principalmente com a minha equipe de parto”, afirma a designer de moda.

Os locais favoritos do casal para fazer piqueniques são a Praça das Flores, Casa José de Alencar, Praça Luiza Távora e Parque do Cocó. Neste um ano de vida da criança, as mudanças nesses e em outros locais são perceptíveis para Raquel, principalmente quanto à quantidade de pessoas. “Tem cada vez mais gente tomando os espaços públicos, seja para andar de bicicleta, até com bebê, para um banho de sol, aniversários.”

 

Guia de piqueniques

Veja um breve roteiro de locais para fazer piquenique na Cidade. Confira:

Passeio Público
Depois da recuperação, em 2007, o espaço tem sido ocupado com os mais diversos intuitos: convivência, ensaios fotográficos, atrações infantis e, claro, piqueniques. É comum passear por lá e ver aniversários com o tema, reunindo pessoas de todas as idades. 
Horários: Acesso livre

Parque do Cocó
Os arredores do anfiteatro são ideais para a prática de atividades físicas. Aos domingos, integra a rota da Ciclofaixa de Lazer. As famílias aproveitam o amplo espaço para brincar no parquinho, colocar a conversa em dia ou, simplesmente, relaxar próximo à natureza.
Horários: Acesso livre

Casa de José de Alencar
Mantido pela Universidade Federal do Ceará, o espaço é tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional desde 1964. Nos fins de semana, possui uma agenda cultura cheia, como o piquenique literário com contação de histórias e brincadeiras.
Horários: Sábados e domingos, das 9h às 15h.

Unifor
O amplo campus da Universidade permite a prática de diversas atividades esportivas, que tem quadras disponíveis durante os fins de semana.  A área verde proporciona o contato com a flora e a fauna e a programação cultural complementa as atividades. 
Horários: Sábados e domingos, das 8h às 18h.

Parque Adahil Barreto
Com o intuito de reviver o espaço, uma programação cultural mensal anima o público, que tem no local um amplo espaço e estacionamento próprio. Recentemente o Parque foi adotado por uma instituição privada, que irá cuidar da infraestrutura do local.
Horários: Acesso livre

 

O que levar na cesta
O piquenique pode ser um momento não só de descontração, mas também de boa alimentação e até de introdução de novos alimentos às crianças. “Como terão várias pessoas consumindo alimentos diversificados, é uma ótima oportunidade de apresentar novos alimentos, com sabores e texturas diferentes”, explica a nutricionista Islanne Leal. Confira a lista de itens que não podem falar no seu piquenique:

- Frutas variadas
- água
- sucos naturais ou de uva integral
- torradas
- patês e queijos
- sanduiche natural
- bolo
- café e/ou chá

Dicas:
- Dê preferência aos alimentos integrais;
- Leve os alimentos que precisam ser acondicionados (como patês e queijos, sucos de frutas, sanduiches naturais) em isopores ou bolsas térmicas;
- Calcule a quantidade de elementos a partir do número de pessoas que irão ao evento. “É interessante levar pelo menos uma porção de cada alimento por pessoa”, completa Islanne.

Produção: Beth Lopes e Larissa Viegas
Agradecimentos: Mercadinhos São Luiz (3258 0496) e Forte Festa (3249 7765)

espaço do leitor
Raquel Araújo 24/09/2016 14:38
Laris, parabens pela noticia e obrigada apelo convite! Nossa familia ficou extremamente lisonjeada! beijao e sucesso sempre
Raquel Araújo 24/09/2016 14:38
Laris, parabens pela noticia e obrigada apelo convite! Nossa familia ficou extremamente lisonjeada! beijao e sucesso sempre
Jacqueline Lispector 24/09/2016 08:23
Ótima matéria,amei a foto da família do Rico,golden retriever...rs...rs...E pessoal da produção que cesta de piquenique é essaá da foto do jornal impresso?!Amei.Onde compro uma igualzinha?O xadrez dela é um charme a mais.
Jacqueline Lispector 24/09/2016 08:22
Ótima matéria,amei a foto da família do Rico,golden retriever...rs...rs...E pessoal da produção que cesta de piquenique é essaá da foto do jornal impresso?!Amei.Onde compro uma igualzinha?O xadrez dela é um charme a mais.
Jacqueline Lispector 24/09/2016 08:21
Ótima matéria,amei a foto da família do Rico,golden retriever...rs...rs...E pessoal da produção que cesta de piquenique é essaá da foto do jornal impresso?!Amei.Onde compro uma igualzinha?O xadrez dela é um charme a mais.
5
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Teaser da 11ª edição da Revista O POVO Cariri play

Teaser da 11ª edição da Revista O POVO Cariri

anterior

próxima

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS