TOPO DA LISTA 28/09/2018 - 07h00

Você sabe quais os dez destinos mais hospitaleiros do Brasil?

Cidades das regiões Sul, Sudeste e Nordeste compõem ranking Airbnb das cidades mais hospitaleiras no País. Saiba mais sobre cada uma delas
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19136, 'email': 'liarodrigues@opovo.com.br', 'nome': 'Lia Rodrigues'}
Lia Rodrigues liarodrigues@opovo.com.br
Reprodução/Site Prefeitura de Guarapuava
A Lagoa das Lágrimas é uma das atrações para quem visita Guarapuava

Estamos a duas semanas do próximo feriado — 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil — e, já que a data cai em uma sexta-feira e vai prolongar o final de semana, muitas pessoas devem aproveitar a folga para fazer uma viagem.

Aos que desejam aproveitar os dias para conhecer uma nova cidade e ainda não decidiu o destino, vale conferir as dez cidades mais hospitaleiras do Brasil, listadas pelo Airbnb, plataforma de hospedagem online que ajuda viajantes a encontrar anfitriões dispostos a alugar seus espaços. 

Para chegar ao ranking, a empresa avaliou as notas cinco estrelas atribuídas, nos últimos 12 meses, pelos hóspedes às acomodações em que se hospedaram. Conheça as cidades mais bem classificadas, divididas de acordo com a região do País a que pertencem.

Sul

Tubarão (SC)
Localizada no sul de Santa Catarina, a 133 quilômetros da capital Florianópolis, Tubarão é a cidade brasileira mais hospedeira. O Rio Tubarão, que corta o município de mais de 100 mil habitantes, deu nome à cidade. Estâncias hidrotermais, gastronomia, ecoturismo e esportes de aventura como rapel, além de atividades culturais, a exemplo de museus, casas de cultura e passeio de Maria Fumaça — que conduz os passageiros a antigas estações e povoados locais — atraem os visitantes a Tubarão.

Farroupilha (RS)
Segunda cidade mais hospitaleira do País, Farroupilha é considerada "berço" da imigração italiana no Rio Grande do Sul e foi habitada por imigrantes provenientes de Milão a partir de 1875. Distante 110 quilômetros de Porto Alegre e localizada na Serra Gaúcha, a cidade foi nomeada em homenagem aos cem anos da Revolução Farroupilha. Para os turistas, Farroupilha oferece opções como vinícolas, gastronomia (destaque para a italiana, em razão da colonização), museus, parques, casas de cultura, cervejarias, além do tradicional Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, maior templo de fé da região Sul.

Pinhais (PR)
Menor município em extensão territorial do Paraná, Pinhais, localizada na região metropolitana de Curitiba, figura na terceira posição do ranking das cidades mais hospitaleiras do Brasil. Seu nome foi dado graças à grande quantidade de pinheiros existentes na região nos seus primeiros anos de povoação. De clima ameno, a cidade conta com opções turísticas como a Rota da Cerveja Artesanal — roteiro que inclui a visitação de quatro cervejarias locais — Feira Livre do Bosque Municipal, Parque da Ciência Newton Freire Maia, atividades culturais, Horto Municipal, Autódromo e Kartódromo.

Guarapuava (PR)
Em quinto lugar na lista está a cidade de Guarapuava, maior produtora brasileira de cevada e que abriga uma fábrica de malte responsável por 20% da produção nacional. Distante aproximadamente 250 quilômetros de Curitiba, o município conta com clima ameno durante a maior parte do ano e invernos frios, com ocorrências de geadas e até mesmo neve, o que faz com que seja considerado um dos municípios mais frios do País. Atrações como a Catedral de Nossa Senhora de Belém, Museu Municipal Visconde de Guarapuava, Lagoa das Lágrimas, Praça do Paço, Parque Municipal das Araucárias e Museu de Ciências Naturais de Guarapuava estão entre as opções turísticas.
Reprodução/Site Prefeitura de Socorro
Quem vai a Socorro, em São Paulo, pode conhecer o Mirante da Pedra Bela Vista

Sudeste

Socorro (SP)
Localizada na Serra da Mantiqueira e às margens do Rio do Peixe, a 130 quilômetros da capital paulista, Socorro — quarta cidade mais hospitaleira da lista — é uma boa pedida para os amantes do turismo de aventura e ecoturismo. Entre as opções para os turistas estão o Horto Municipal, parques de aventura, cachoeiras, prédios históricos, mirantes, museus, práticas de esportes radicais como rafting, canoagem, rapel, trilhas, mountain biking, voo livre, tirolesa. Além disso, a cidade conta com o projeto Socorro Acessível, por meio do qual os setores de serviço tiveram de adaptar o seu acesso para pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência física.

Cambuí (MG)
Oitava cidade do ranking, Cambuí está localizada na região serrana de Minas Gerais e também é destino para ecoturismo e turismo de aventura. Distante 420 quilômetros de Belo Horizonte e 150 quilômetros da cidade de São Paulo, a cidade conta com pontos turísticos como Morro do Cruzeiro; Cachoeiras da Meia Légua, dos Fonsecas, de Nossa Senhora de Lourdes e da Usina; Pedra da Onça e Pedra de São Domingos. Entre os esportes radicais que podem ser praticados no município estão o voo de parapente, rapel, mountain biking e trilhas.

Franca (SP)
Distante cerca de 400 quilômetros da capital São Paulo, Franca é o principal polo calçadista brasileiro, além de abrigo para um parque industrial com diferentes segmentos e grande produtor de café. Entre as atrações para quem visita a cidade, nona da lista das mais hospitaleiras, estão museus, como o Museu Histórico Municipal de Franca, o Museu da Imagem e do Som Bonaventura Cariolato, e a Pinacoteca Municipal Miguel ângelo Pucci, teatros e prédios históricos. Na gastronomia, destacam-se as cozinhas mineira, italiana e árabe, além do prato típico da cidade: Filé a JK.

Cachoeiras de Macacu (RJ)
Em décimo lugar do ranking está Cachoeiras de Macacu, situada na região metropolitana do Rio de Janeiro, a 97 quilômetros da capital fluminense. Com diversas opções para fãs de turismo ecológico, o município atrai também os praticantes de esportes radicais como trekking, montanhismo, rapel etc. A cidade está localizada dentro do Parque Estadual dos Três Picos e conta com atrações como as Pedras do Faraó, além de diversas quedas d’água, tais como as Sete Quedas, Samambaia e Chapadão.
Reprodução/Site Xingó Parque Hotel
O passeio aos Cânios de Xingó é um dos principais para quem vai a Canindé de São Francisco

Nordeste

Canindé de São Francisco (SE)
Ocupando a sexta posição da lista, Canindé de São Francisco está localizada no Sertão de Sergipe, a aproximadamente 200 quilômetros de Aracaju, na divisa entre o Estado, Alagoas e Bahia. Repleta de belezas naturais, uma, sem dúvidas, é sua atração mais conhecida: os Cânions do Xingó, que podem ser visitados em um passeio de catamarã que parte da cidade navegando pelo Rio São Francisco. Uma vez chegando nos cânions, é possível embarcar em pequenos barcos que conseguem adentrá-los ou tomar banho em um ponto recomendado. Na região, também é possível fazer uma visita guiada à Usina Hidrelétrica de Xingó.

Amontada (CE)
Sétimo lugar no ranking, o município de Amontada abriga um dos destinos cearenses em ascensão, Icaraí de Amontada — ou simplesmente Icaraizinho — uma das praias queridinhas dos cearenses, distante cerca de 200 quilômetros de Fortaleza. Com águas calmas, extensa falta de areia e pouco movimento, o local é ideal para quem está a procura de tranquilidade, dias de sol e descanso ou da prática de esportes como windsurf e kitesurf, já que a região conta com condições propícias às práticas e tem atraído, inclusive, esportistas de todo o mundo por isso. Restaurantes à base de frutos do mar, passeios pelas praias de Moitas e Caetanos de Cima são algumas das opções para os visitantes.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Especialista dá dicas sobre saúde masculina play

Especialista dá dicas sobre saúde masculina

anterior

próxima

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-10-20_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima