SOLIDARIEDADE 12/03/2018 - 07h00

Dia Nacional dos Animais: a importância da adoção

A OMS estima que cerca de 30 milhões de cachorros e gatos estejam abandonados nas ruas. Adoção responsável surge como solução para esse problema
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19136, 'email': 'liarodrigues@opovo.com.br', 'nome': 'Lia Rodrigues'}
Lia Rodrigues liarodrigues@opovo.com.br
reprodução/Pixabay
Adotar é uma oportunidade de acrescentar um novo membro à família

Na próxima quarta-feira, 14 de março, é comemorado o Dia Nacional dos Animais. Contemplando animais domésticos e selvagens, a data é momento de conscientização para o bem-estar dos bichinhos. Maus tratos e abandono contra animais de estimação, como cachorros e gatos, por exemplo, ainda são comuns. Por isto é necessário alertar para a importância de atitudes como adoção responsável e bons cuidados com os animais.

Dados de 2016 da Organização Mundial da Saúde (OMS), último divulgado pelo instituto sobre o assunto, apontam que 30 milhões de animais abandonados vivem nas ruas do Brasil, sendo 10 milhões deles gatos e 20 milhões de cachorros. Com a alta quantidade de bichinhos na rua, a adoção surge como uma alternativa para diminuição desse número.

A designer gráfico Letícia Bernardo fez a primeira adoção há três anos. "Adotei uma cachorrinha que foi rejeitada pela mãe 12 dias depois de nascida e ela não tinha para onde ir. Por isso, acabei adotando-a", conta. Depois da primeira adoção, adotou também três gatos. Para a designer, a experiência foi muito gratificante. "Cada vez mais, animais são abandonados e a gente fica com o coração na mão porque quer adotar todos. Mas o pouco que a gente faz pelo animalzinho, vê-lo crescer feliz e rodeado de amor, é muito reconfortante", relata.

Importância
Gisele Oliveira, administradora voluntária da Associação Protetora dos Animais para Tratamento e Adoção (Apata), destaca que o ato de adotar um pet ajuda a minimizar os maus tratos. "O animal, indo para um lar, tem chance de receber mais carinho e qualidade de vida, já que não precisa dividir espaço, tempo e dedicação com inúmeros outros, como acontece com os animais que ficam sob os cuidados de protetores", afirma.

A voluntária afirma também que a adoção desencoraja o comércio dos animais e possibilita que outros possam ser retirados da situação de abandono nas ruas. "Quando você adota um animal, disponibiliza a vaga dele para que outro seja resgatado pelos protetores que fazem esse trabalho", explica.

A adoção de animais abandonados na rua tem igual importância. Sem abrigo, os bichinhos passam fome e sede, além de estarem sujeitos à violência, doenças, acidentes de trânsito e outros tipos de maus tratos. Além de ser uma boa ação, é também a oportunidade de acrescentar um novo integrante à família.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Especialista dá dicas sobre saúde masculina play

Especialista dá dicas sobre saúde masculina

anterior

próxima

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-06-19_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima