pipoca em casa 10/08/2018 - 11h00

Good Girls: bom humor ao falar de mulheres

As atrizes Christina Hendricks, Retta e Mae Whitman trazem emoções femininas para seus papéis na série sem apelar para diálogos repetidos ou interpretações clichês
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19088, 'email': 'adailmamendes@opovo.com.br', 'nome': 'Adailma Mendes'}
Adailma Mendes adailmamendes@opovo.com.br

Divulgação
Série apresenta conflitos femininos por um viés cômico, como tripla jornada e relação com maridos e ex-companheiros
De forma despretensiosa, fui zapeando pela plataforma de streaming Netflix e vi a série "Good Girls", criada e produzida por Jenna Bans. A princípio, pareceu mais um pastelão com mulheres norte-americanas, mas com uns 20 minutos comecei a ver com outros olhos a produção.
As personagens Beth Boland (Christina Hendricks), Ruby Hill (Retta) e Annie Marks (Mae Whitman) entram para o mundo do crime sem pensar muito nas consequências. As dificuldades pelas quais cada uma passa na vida pessoal fazem-nas seguir em frente na trajetória de delitos em meio a atrapalhadas e comemorações pelo sucesso com as investidas criminosas.

No desenrolar da história, ficam claras as emoções vividas pelas três mães de família ao se sentirem mais empoderadas a partir do dinheiro que conseguem. É curioso ver como cada uma vai trabalhando seu poder de se impor em determinadas situações, até mesmo frente a chefes de gangues. A todo tempo está claro o sentimento de insegurança nas protagonistas, mas a opção final delas é sempre por enfrentar os desafios de forma corajosa e bem-humorada.

Muitos temas recorrentes da vida feminina são discutidos sem ter que vir a partir de diálogos "cabeçudos". As atrizes conseguem demonstrar na atuação dores comuns no universo das mulheres, como dia a dia de tripla jornada, criação de filhos, relações com maridos e ex-maridos.

Christina Hendricks reúne seis Emmys e papel renomado em "Mad Men", Retta protagonizou "Parks and Recreations" e Mae Whitman esteve em "As Vantagens de Ser Invisível" e "Scott Pilgrim: Contra o Mundo".

Com uma boa pipoca e sem pressa para sair do sofá, os dez episódios da primeira temporada de "Good Girls" passam voando. O sucesso já garantiu até a produção da segunda temporada, confirmada pela NBC, emissora original da série.

 

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Especialista dá dicas sobre saúde masculina play

Especialista dá dicas sobre saúde masculina

anterior

próxima

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-10-21_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS