VESTUÁRIO 25/09/2017 - 09h00

Confira a maneira correta de lavar e guardar vestidos

Para garantir maior durabilidade às roupas, é preciso tomar certos cuidados. Amarelamento, mofo e manchas podem, segundo especialistas, ser evitados ou resolvidos com ações pontuais
notícia 0 comentários
Foto: Divulgação
Para evitar danos a esse tipo de vestuário, é importante atentar para a temperatura do ferro

Peças amareladas, manchas, mofo e cheiro de guardado. Estes são alguns dos problemas que podem prejudicar vestidos caso eles não sejam conservados de forma adequada. Para evitar esses defeitos nas peças, os cuidados devem ir desde a lavagem ao ato de acomodá-los no guarda-roupa, levando em consideração os diferentes tipos de tecidos. Independente destes, entretanto, quando as dúvidas surgirem, o ideal é conferir a etiqueta da roupa. Nela, estão todas as indicações precisas para garantir maior durabilidade à roupa.

A especialista em cuidados têxteis Marinês Cassiano alerta para a importância de não guardar vestidos sujos ou manchados, a fim de evitar danos irreversíveis a ele. Segundo a "expert", a dica é remover a mancha com um guardanapo ou pano branco. Outro ponto importante para evitar danos a esse tipo de vestuário é atentar para a temperatura do ferro no momento de passar a roupa. "Dependendo o tipo do tecido, o ferro não pode estar em uma temperatura muito quente, pois ele pode danificar a peça", aconselha a profissional.

No caso de vestidos de tecidos mais delicados e que requerem manuseio diferenciado, como a camurça, a indicação é, de acordo com Marinês, utilizar capas de TNT, que permitem a entrada de ar, evitam o mofo e protegem as peças da luz, que pode desbotá-las com bastante facilidade. A especialista acrescenta que é interessante também enviar peças produzidas com esses tecidos, pelo menos uma vez por ano, a uma lavagem profissional.

Outras peças

Pelo fato de o inverno cearense não ser tão intenso como o de outras cidades, é preciso ter atenção às peças de frio, pois, por serem menos utilizadas, são mais propensas ao mofo. "O ideal é que as peças mais pesadas sejam guardadas em sacos a vácuo. Isso evita que o mofo volte", indica a arquiteta e urbanista e personal organizer Margô Belloni.

Problemas frequentes

Que tal uma lista de problemas e suas respectivas soluções. Confira dicas que podem ser aplicada a diversos tipos de peças e, assim, estar com elas sempre prontas para serem usadas.

1.Amarelamento: atenção à claridade de lâmpadas artificiais em closets e armários, pois sua incidência direta pode levar ao amarelamento e descolorimento das peças. Retire a roupa do armário a cada três meses para tomar sol e arejar.

2.Mofo: Lave as peças com cuidado e produtos específicos. Detergentes neutros são os mais indicados para lavá-las, já que é necessário levar em conta o tipo de tecido e as fibras mais delicadas.

3.Manchas de guardado: tome os mesmos cuidados com relação ao mofo, atentando para a não utilização de produtos clorados.

4.Cheiro de guardado: capturadores de odor vendidos em mercados tradicionais são uma boa opção para tirar o cheiro de roupas guardadas há muito tempo. O sol também é um bom aliado nesta missão, mas não por muito tempo, pois a peça pode ser danificada.

5.Manchas antigas de suor e/ou desodorante: aqui, as regras dependem do tipo de tecido. Se for uma peça de seda, ela não pode ser lavada na água quente, somente com detergente.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Especialista dá dicas sobre saúde masculina play

Especialista dá dicas sobre saúde masculina

anterior

próxima

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-09-21_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima