SEGUNDO ESPECIALISTA 12/02/2015

Indicadores podem atrapalhar papel da escola, diz especialista

notícia 0 comentários
Compartilhar

Há contrapontos em basear a medição da qualidade da educação em indicadores a partir de provas, aponta o professor aposentado da Faculdade de Educação (Faced) da Universidade Federal do Ceará (UFC), Idevaldo Bodião. Um deles é reduzir o conceito de educação e o papel da escola a apenas uma avaliação específica, e não estimular uma ampliação do currículo. “As escolas estão ‘se preparando’ para esse tipo de exame e para responder um certo tipo de questões”.

 

Segundo ele, o ideal seria que fosse aplicado o conceito de educação como direito, e não como meta. “Não vejo entusiasmo nessas avaliações porque elas estão associadas a uma concepção de educação voltada para o mercado, e isso faz com que se confunda qualidade com performance em conceitos educativos. Educação é muito mais que isso: é um direito e um bem”.


Tendência em todas as esferas de gestão, a queda de rendimento dos alunos quando comparados o 9º e o 5º anos do ensino fundamental, de acordo com o professor, é algo esperado. “É uma explicitação da falência da educação brasileira”, critica. O baixo índice de aprendizado em anos iniciais, ele frisa, acaba por se refletir ao final do ensino fundamental e, sobretudo, no ensino médio.

Compartilhar

Veja também

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Erro ao renderizar o portlet: Barra Sites do Grupo

Erro: cannot identify image file <cStringIO.StringI object at 0x7f3741f6a1c8>

Jornal de Hoje | Página Cotidiano