Janeiro a abril 07/05/2013

873 assassinados a tiros em 2013

Fortaleza e Região Metropolitana já somam a matança de quase 900 pessoas a tiros no primeiro quadrimestre, segundo a Pefoce. A alta de mortes por arma de fogo, comparada ao início de 2011, chega a 62,5%
Compartilhar


Ensina-se em tribunais de júri, as sessões da Justiça para punir acusados de assassinatos, que o cadáver é a prova mais irrefutável dentre todos os crimes. Porque não há como contestá-la. Pois os dados a seguir são mesmo a leitura incontestável, e devastadora, da violência nossa mais recente de cada dia. Entre janeiro e abril deste 2013, a marca de pessoas que já morreram assassinadas a bala em Fortaleza e Região Metropolitana (RMF) chegou a 873 registros. No mesmo período de apenas dois anos atrás, foram 537 homicídios a bala. No ano passado, janeiro a abril somou 751 mortes a bala.


Na conta, sempre com os quatro meses como referência, são exatas 336 mortes a mais a tiros cometidas na comparação de 2011 para 2013. A alta chega a 62,5%. Todas as comparações são para pior. São 84 mortes a mais de média para cada mês do quadrimestre. Os índices ainda aterrorizam mais na contagem de mortes a tiros por dia: morriam quatro (exatos 4,4); agora morrem sete (exatos 7,2) a cada 24 horas.


O POVO usa como base de dados a totalização de corpos feita dia a dia pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). São números contabilizados a partir do livro de entrada de cadáveres na Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). É o primeiro registro de cada morte que vai para a estatística e posterior divulgação pública.


Os índices subiram assustadoramente em 2013 principalmente por causa de março. Foi o mês onde a violência, na linguagem mais clara possível, extrapolou. Chegou a 284 corpos necropsiados pela causa mortis “homicídios a bala”. Nunca se matou tanto a bala num mesmo mês desde a era dos registros da segurança pública no Ceará. Só no último dia 31 de março, o domingo do feriadão da Semana Santa, 24 mortos deram entrada na Pefoce. Média de um por hora assassinado a tiro.


Há, sim, no meio desse cenário recente, pelo menos uma boa notícia: os índices absolutos de abril/2013 caíram. O total de homicídios a bala do mês passado, segundo os números da Pefoce, baixou para 172 casos. Redução de 39,4%, em relação aos números de março. É índice semelhante ao de fevereiro. Na comparação histórica com 2011 e 2012, abril sempre apresenta queda. Mas maio, pelos anos anteriores, também sempre tende a subir.


Totalizado o primeiro quadrimestre de 2013, já foram registradas 1.862 vítimas da violência na Capital e Região Metropolitana. Não é pouco. No comparativo, em 2012 no mesmo período, estavam anotados 1.647 corpos. Em 2011, também de janeiro a abril, foram 1.336 mortos. Os apontamentos da Pefoce listam, dia a dia, até 22 tipos de ocorrências por causa violenta. São óbitos que obrigatoriamente passarão por necropsia, o exame cadavérico para juntar possíveis provas para uma investigação criminal.


Depois de homicídios a bala e mortes por acidentes de trânsito, as mortes por causa ignorada aparecem como a terceira principal ocorrência. Tanto nos quatro primeiros meses de 2013, como se mantiveram assim também ao longo de 2012 e 2011. Os homicídios por arma branca (faca, por exemplo) foram o quarto principal registro em 2012. Em 2011, as mortes por queda ocuparam o quarto lugar dos casos anotados na Pefoce.

 

ENTENDA A NOTÍCIA

 

Dados contabilizados pela Perícia Forense do Ceará (Pefoce) somam 1.862 corpos já necropsiados em Fortaleza e Região Metropolitana apenas de janeiro a abril de 2013. Desse total, quase a metade, 873, foi de vítimas a bala. Março, com 565 necropsias (284 mortos a tiros), elevou os índices.

 
Comparativo mortespor quadrimestre

2011-Total de necropsias

Jan/abr – 1.336
Fev/mai – 1.318
Mar/jun – 1.318
Abr/jul – 1.310
Mai/ago – 1.368
Jun/set – 1.350
Jul/out – 1.400
Ago/nov – 1.460
Set/dez –1.523

2011 - Homicídios a bala
Jan/abr – 537
Fev/mai – 481
Mar/jun – 480
Abr/jul – 482
Mai/ago – 487
Jun/set – 514
Jul/out – 552
Ago/nov – 566
Set/dez –624

2012 - Total de necropsias
Jan/abr – 1.647
Fev/mai – 1.641
Mar/jun – 1.642
Abr/jul – 1.731
Mai/ago – 1.739
Jun/set – 1.752
Jul/out – 1.803
Ago/nov – 1.756
Set/dez –1.809

2012 - Homicídios a bala
Jan/abr – 751
Fev/mai – 717
Mar/jun – 710
Abr/jul – 741
Mai/ago – 730
Jun/set – 746
Jul/out – 779
Ago/nov – 778
Set/dez – 805

2013 (jan/abr)
Total necropsias - 1.862
Homicídios a bala - 873

Mortes – o que a Pefoce registra:
- Homicídio a bala
- Acidente de trânsito
- Ignorada
- Homicídio por arma branca
- Homicídio doloso
- Queda
- Suicídio
- Pauladas/pedradas
- Enforcamento
- Acidentes/outros
- Afogamento
- Espancamento/agressão
- Choque elétrico
- Ossadas
- Morte natural
- Suspeita
- Queimaduras
- Asfixia mecânica
- Envenenamento
- Traumatismo cranioencefálico
- Acidente de trem
- Coma alcoolica

Obs.: A coluna “Outros” corresponde às mortes por queda, enforcamento, suicídio, afogamento, natural, homicídio doloso, envenenamento, espancamento/agressão, suspeita, queimaduras, acidentes, traumatismo cranioencefálico (TCE), choque elétrico, pauladas/ pedradas, acidente de trem, asfixia mecânica, ossada e coma alcoolica. O POVO opta por especificar as quatro principais causa mortis.

Fonte: Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce)

 

Multimídia


O número de assassinatos no Ceará em 2013 é o Tema do Dia na cobertura de hoje dos veículos do Grupo de Comunicação O POVO. Confira:


Para escutar: Na rádio O POVO/CBN (FM 95,5), o tema será discutido no programa Grande Jornal, às 9 horas, e/ou no programa Revista O POVO/CBN, às 15 horas. Na rádio Globo/O POVO (AM 1010), o tema será discutido no programa Manhã do POVO, às 10 horas.

 

Para ver: A TV O POVO trará uma matéria sobre o tema no O POVO Notícias, às 18h30min. Assista à programação pelo canal 48 (UHF e TV Show) e 23 (Net).

 

Para ler e opinar: Acompanhe a repercussão entre os internautas na página do O POVO Online no facebook (www.facebook.com/OPOVOOnline ) e no portal O POVO Online (www.opovo.com.br/fortaleza). 

Cláudio Ribeiro claudioribeiro@opovo.com.br
Compartilhar
espaço do leitor
Maclima 08/05/2013 20:38
GOVERNO FEDERAL GASTA MENOS DE 1/3 DO PREVISTO PARA COMBATER VIOLÊNCIA contra mulher. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2013-05-05/governo-gasta-menos-de-13-do-previsto-para-combater-violencia-contra-mulher.html
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Maclima 08/05/2013 15:50
Governo Federal gasta menos de 1/3 do previsto para combater violência contra mulher. bit.ly/17Ftjee
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Jose Luciano Muniz Lima 08/05/2013 10:46
A Síria é aqui. Terra onde uma oligarquia retrógada, nefasta e perdulária manda não podia ser diferente. To do o odinheiro dos nossos impostos vão pra obras que só beneficiam seus financiadores de campanha e seus asseclas. Ao povo somente o porrete, a algema, o camburão e o rabecão. Vai chegar o fim
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Fortaleza 08/05/2013 03:46
O goverbi di Ceara vive de pao e circo. SO pensa em copa do mundo.... E um governo rola bosta.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Kaunga 07/05/2013 18:16
Eita porra!!...Vou embora daqui para Pernambuco. Lá o Eduardo Campos. O candidato que os irmãos Ferreira gomes não apoia. Comemorou recentemente 24 horas sem homicídio no Estado. Antes, já havia comemorado 52 sem assassinatos no Recife.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Ver mais comentários
38
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima

Erro ao renderizar o portlet: Barra Sites do Grupo

Erro: cannot identify image file <cStringIO.StringI object at 0x42ceb58>

Jornal de Hoje | Página Cotidiano