[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] Inovações médicas estimulam o parto normal | O POVO
08/03/2015

Inovações médicas estimulam o parto normal

A redução das taxas de cesáreas foi discutida em Fortaleza durante congresso internacional. Tecnologia e conhecimento são caminhos apontados para evitar as cirurgias desnecessárias
notícia 1 comentários
{'grupo': 'ESPECIAL PARA O POVO', 'id_autor': 18761, 'email': 'cotidiano@opovo.com.br', 'nome': 'Tha\xeds Brito'}
Thaís Brito cotidiano@opovo.com.br
CAMILA DE ALMEIDA
Eduardo Fonseca e Gian Carlo Di Renzo citaram a tecnologia como aliada para que sejam realizados mais partos normais no País
Compartilhar

Preparar melhor os profissionais de saúde e evitar o procedimento cirúrgico em mães de primeira viagem são meios de estimular a realização de partos normais e diminuir as taxas de cesárea no Brasil. No País, cerca de 84% partos nos hospitais privados são cesáreos. Enquanto isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a taxa não ultrapasse os 15%.

 

No País, cerca de 3,5 milhões de mulheres engravidam a cada ano. Destas, 15% estão acima dos 35 anos. Ter médicos, enfermeiros e profissionais capacitados a priorizar o parto normal mesmo em complicações foi um dos objetivos do Congresso Birth Brazil, sediado em Fortaleza nos dias 5 a 7 de março.


Altas taxas de cesárea são uma tendência mundial, e a primeira medida para reverter o quadro é evitar as cirurgias desnecessárias para mulheres que terão o primeiro filho, destaca o médico italiano Gian Carlo Di Renzo, secretário da Federação Internacional de Ginecologia e Obstetrícia (Figo). Este cuidado ajuda a evitar que a mesma mulher volte ao procedimento cirúrgico.


Outra estratégia é apostar em tecnologia e inovações na sala de parto. O conhecimento científico pode prevenir e lidar com as intercorrências sem indicar a cirurgia, de acordo com Eduardo Fonseca, presidente da Comissão Nacional Especializada em Perinatologia da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo). Ele exemplifica que um tumor na garganta do bebê pode ser dimensionado ainda antes do parto, para que a equipe saiba a real necessidade da cesárea.


Exames mais precisos para avaliar contrações, dilatação e trabalho de parto também são defendidos pelos dois médicos, que lançaram no evento o livro “Manual Prático de Ginecologia e Obstetrícia”. A publicação visa ao aperfeiçoamento dos profissionais da saúde da mulher.


O POVO - Por que estimular o parto normal entre mulheres e comunidade médica?

Gian Carlo Di Renzo - Porque há muitos benefícios para a mãe e o bebê. É menos arriscado que a cirurgia. Na segunda cesárea, há maiores chances de problemas relacionados à placenta. E o feto precisa de um tempo para sair. Precisa estar em contato com os micro-organismos da mãe na vagina. Sem este contato, o bebê poderá ter problemas, como asmas e alergias. Está bem claro que fetos nascidos de cesáreas podem ter, primeiramente, problemas respiratórios. Mas podem ter problemas mais tarde também. As comunidades bacterianas recebidas da mãe são importantes para a imunidade. Na cesárea, ele só conhece os microrganismos do hospital, não os da mãe.

 

SAIBA MAIS

Novas ideias

No Congresso Birth Brazil, em Fortaleza, um dispositivo foi apresentado como facilitador de partos normais em situações de emergência. O Odon Device é uma bolsa plástica a ser introduzida no canal vaginal.

 

Conforme demonstrado pelo argentino Jorge Odon, mentor do projeto, a bolsa é inflada manualmente, adere à cabeça do bebê e é puxada aos poucos. Sem machucar ou prejudicar a respiração do feto, ainda realizada via cordão umbilical. O material está em fase de testes e tem apoio da Organização Mundial de Saúde (OMS), com previsão inicial de ser comercializado a partir

de 2019.

 

SERVIÇO


Manual Prático de Ginecologia e Obstetrícia

Gian Carlo Di Renzo, Sandro Gerli e Eduardo Fonseca

Editora: Elsevier

Quanto: R$ 139,00 (384 págs.)

 

Compartilhar
espaço do leitor
Marcos Luã Freitas 08/03/2015 09:05
Inovações médicas estimulam o parto normal uma ova! Informação sobre o parto normal e acompanhamento adequado não são inovações, muito menos médicas! Melhore O Povo!
1
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2019-03-21_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS