Pipoca em Casa 21/09/2018 - 11h00

The Good Doctor: uma série de quebra de preconceitos

Para muitos, o autismo é visto como incapacidade. Porém, para Shaun Murphy, a condição não é motivo para deixar seu sonho de ser cirurgião de lado. A atração mostra o médico lidando com os preconceitos diários da sociedade
notícia 0 comentários
{'grupo': '', 'id_autor': 19145, 'email': 'joyceoliveira@opovo.com.br', 'nome': 'Joyce Oliveira'}
Joyce Oliveira joyceoliveira@opovo.com.br
Foto: divulgação
A emissora Rede Globo chegou a exibir dois episódios do seriado para atrair os espectadores para a plataforma streaming

Quebra de paradigmas e preconceitos são efeitos que o seriado norte-americano "The Good Doctor" causa no espectador desde o início. A produção relata a vida do jovem Shaun Murphy (Freddie Highmore), recém-formado em medicina, mas que possui dificuldade de conseguir uma vaga de emprego por ser autista.  Apesar disso, Shaun também tem a síndrome de savant, distúrbio que faz com que a pessoa tenha uma grande habilidade intelectual. 
 
A série começa com o médico Aaron Glassman (Richard Schiff), diretor do hospital San Jose St. Bonaventur, tentando convencer o conselho de profissionais do local de que contratar o rapaz vale a pena pela sua inteligência avançada. Além de acreditar na habilidade intelectual de Shaun, Glassman possui forte apreço pelo jovem, por conhecê-lo desde criança. No entanto, ainda assim, os médicos não acreditam que uma pessoa portadora de autismo tenha capacidade para salvar uma vida. Ao mesmo tempo em que a reunião está acontecendo, a série mostra Shaun em um aeroporto salvando a vida de um garoto que foi atingido por estilhaços de vidros. 
 
Os episódios do seriado também mostram flashbacks da infância difícil que o jovem teve, com um pai violento que não conseguia compreender o motivo do filho ser tão diferente. A intolerância do pai fez com que o Shaun passasse por diversas situações traumatizantes, até conseguir fugir de casa junto do irmão mais novo, que tenta protegê-lo de todas as maldades do mundo.
 
Ao longo dos acontecimentos vemos que Shaun precisou aprender a lidar com muitas situações delicadas, como a morte do irmão e a solidão. Em consequência e somado também com o transtorno, o jovem possui dificuldades de se expressar e ter vínculo social. Para ser contratado pelo hospital, Shaun também precisa superar dificuldades e falar para o conselho por qual motivo merece ser contratado para trabalhar no San Jose St. Bonaventure.
 
Depois de mostrar Shaun aceito no hospital, a atração começa a acompanhar seu dia a dia. Por possuir dificuldades de se relacionar, o jovem continua a passar por situações de preconceito que vêm de alguns pacientes e, também, de colegas de trabalho. Entretanto, isso vai mudando com o tempo. A habilidade de fazer diagnósticos rápidos e encontrar soluções para casos difíceis faz com que Shaun conquiste a confiança e o respeito do restante da equipe.

"The Good Doctor" é uma produção que surpreende por mostrar de forma clara o preconceito que ainda gira em torno de uma pessoa com autismo. A primeira temporada da série está disponível na plataforma de streaming Globo Play. A segunda temporada do seriado será lançada no próximo dia 24, nos Estados Unidos, ainda sem data para chegar ao Brasil.  

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Especialista dá dicas sobre saúde masculina play

Especialista dá dicas sobre saúde masculina

anterior

próxima

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-12-15_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima