[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] Somos tão jovens - um filme para ser cantado | O POVO
V&A Viu 13/05/2013

Somos tão jovens - um filme para ser cantado

Em Somos Tão Jovens, mais do que a história de Renato Manfredini Júnior, o surgimento de Eduardo, de Mônica, de Maria Lúcia, João de Santo Cristo...
DIVULGAÇÃO
Cena do filme Somos Tão Jovens: a relação entre a vida e as canções compostas por Renato Russo (Thiago Mendonça)
Compartilhar


Quem nunca foi à Ponte Metálica aos sábados para curtir o pôr-do-sol com uma turma de amigos inseparáveis ao som de Legião Urbana acústico? Quase 20 anos após a morte do vocalista da banda, Renato Russo, o ritual ainda existe e as canções que embalaram o rock dos anos de 1980 continuam marcando a história de muitas pessoas.


Daí a expectativa em torno do filme Somos Tão Jovens, que está em cartaz no circuito nacional. Ao fazer a cinebiografia de Renato Russo, o diretor Antônio Carlos da Fontoura trouxe paraprimeiro plano como nasceram os grandes sucessos do Legião Urbana.


O longa começa quando Renato é acamado por conta de uma doença degenerativa. Surge um poeta. Seguindo uma linearidade cronológica, Renato, após a sua recuperação, imerge no movimento punk dos anos 1970 em Brasília, o reduto da política, em plena Ditadura Militar. Nessa fase, que acontece antes e durante a formação da banda Aborto Elétrico, vemos um Renato indignado com a política do País, com os próprios pais, com o “sistema”. É durante esse momento de consternação que o público conhece como foi o processo de composição de sucessos como “Que País é Este?”, “Música Urbana”,“Geração Coca-Cola”.


Após o Aborto, o músico então inicia uma busca de si e se intitula como “O Trovador Solitário”. Durante esse período holístico nasceram os hits “Eduardo e Mônica” - criado em homenagem a um casal de amigos -, e “Faroeste Caboclo”, que surge após uma visita de Renato à Taguatinga.


Do “Trovador Solitário” para o Legião foi um pulo. Nesse intervalo, o rock brasiliense é apresentado de maneira bem pontual. Dinho Ouro Preto aparece tomando as rédeas do Capital Inicial em seus momentos de berço. Além de Dinho, quem dá as caras é Herbert Viana, do Paralamas do Sucesso, que junto com seu irmão Hermano Viana dá total suporte à carreira de Renato. Os jovens de hoje ou até mesmo os não tão jovens não conhecem o Herbert dos anos 70 e 80, mas é perceptível o quão caricato ficou a interpretação do jovem Edu Moraes.


Em pouco mais de uma hora e meia de filme, Somos Tão Jovens passa por uma fase bastante movimentada na vida de Renato Russo, que vai desde a sua descoberta como músico até o fechamento de um contrato de show no Circo Voador, no Rio de Janeiro.


Thiago Mendonça até que não faz feio. Embora a sua voz não tenha ficado tão parecida com a de Renato, ator conseguiu captar traços característicos do cantor, como os gestos com as mãos quando canta, a mania de ficar ajeitando os óculos e até o jeito romanceado de falar.


Somos Tão Jovens é um filme bonito de se ver, emocionante, que faz você cantar desde o início – com “Tempo Perdido” – até o final – com “Será”. O longa não conta desde o nascimento até a alavancada na carreira, como Breno Silveira fez com a dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano em Dois Filhos de Francisco, ou a complicada relação familiar também de Breno em Gonzaga – De Pai Para Filho, apenas relata de maneira rápida a formação de um músico e a criação de seus sucessos. Não vá ao cinema procurando saber mais do que já sabe, contente-se em cantar junto com os outros que estiverem com você na sala – e isso é inevitável!

 

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2019-01-21_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima

O POVO Entretenimento | Vida & Arte