[an error occurred while processing this directive] Denúncias contra prefeitura de Nova Olinda estão sendo investigadas | Política | O POVO Online
Nova Olinda 04/01/2016

Denúncias contra prefeitura de Nova Olinda estão sendo investigadas

notícia 4 comentários

Mais um município do Interior recebeu denúncias sobre conduta supostamente inapropriada da Prefeitura. Em Nova Olinda, a 543 quilômetros de Fortaleza, a Câmara Municipal abriu comissão processante contra a administração Executiva. Os indícios são de que o prefeito Ronaldo Sampaio (PDT) teria dado cargos públicos a pessoas de seu interesse, como a namorada, Viviane Chagas. O nome dela consta na folha de pagamento do município.

 

O advogado de Ronaldo, Iane Pereira, afirma que o cliente, de fato, empregou “por pouco tempo” alguém com quem mantinha relação de natureza amorosa. “As questões levantadas já foram respondidas em tempo hábil. São atos que já foram anulados. Ele revogou a contratação porque percebeu que estava havendo desgaste político”, afirma.


Pereira destaca, no entanto, que Viviane realmente prestou os serviços pelo qual foi contratada e que o salário dela era baixo, na quantia de R$ 1.500. De acordo com o portal da transparência, a psicóloga foi contrata em regime de prestação de serviços em fevereiro de 2014 pela Secretaria de Assistência Social. Não há, no entanto, data do desligamento da servidora até a data da última atualização de dados do site, feita em 15 de dezembro.


A defesa do prefeito destaca também que as demais acusações sobre beneficiar conhecidos e parentes do gestor devem ser tratadas com cada secretário responsável pela contração dos servidores. Segundo Pereira, há uma lei municipal que garante a autonomia dos secretários para nomeação de cargos, portanto eles devem ser responder por qualquer infração nas respectivas secretarias. Até o fechamento desta edição, a reportagem não conseguiu ouvir o prefeito Ronaldo Sampaio (PDT) que tenta reeleição neste ano.


A denúncia foi feita por Wyldiane Bezerra, no dia 27 de novembro, e acatadas pelo então presidente da Câmara Municipal, Neném Camilo. Cabo eleitoral do tio e rival político do atual prefeito, a denunciante afirma que encontrou outras irregularidades no portal da transparência, mas que parecem ter sido tiradas do ar.


Ela espera que o Ministério Público também possa investigar o caso de perto. De acordo ainda com Wyldiane, a ex-mulher do prefeito Laileide Carneiro era a titular da Secretaria de Assistência Social. (Colaborou Amaury Alencar)

espaço do leitor
Jose Expedito Madeira Madeira 04/01/2016 06:17
Solicito intervenção do Prefeito Roberto Cláudio, para ter acesso ao processo 2307162443894/2013, tirar cópia do parecer da Assejur no setor de atendimento da Ser II. Aguardo serenamente a decisão do Prefeito. Agradeço antecipadamente.
Jose Expedito Madeira Madeira 04/01/2016 06:13
Solicito intervenção do Prefeito Roberto Cláudio para que me disponibilize no menor espaço de tempo tecnicamente possível, o parecer da Assejur da SER II no processo nº 2307162443894/2013, pois já fui mais de dez vezes na Ser II solicitando vista e cópia do processo por força da lei de acesso a informação, mas ATÉ O MEMENTO AINDA NÃO CHEGOU NO SETOR DE ATENDIMENTO, POIS O CAPANGA BERNARDO ESCONDEU O PROCESSO. INFELISMENTE É A UNICA SAIDA. AGUARDO SERENAMENTE A DECISÃO DO PREFEITO ROBERTO CLAUDIO
Jose Expedito Madeira Madeira 04/01/2016 05:52
O chefe atual da fiscalização da Prefeitura é Bernanrdo Araujo, que na administração da Luizianne perdeu o cargo supostamente por irregularidades da Praia do Futuro. Claudio Nelson, resuscitou o fiscal que estava afastado para ser seu braço direito e CAPANGA Nº1. Bernando manda e desmanda na SER II, some com processos achando que vai defender seu CHEFÃO, MAS O IGNORANTE NÃO SABE QE ESTÁ DANDO UMA DE RÉU CONFESSO AO SUMIR COM PROCESSOS. NA JUSTIÇA, BERNARDO E CLAUDIO VÃO VOMITAR PROCESSO AGUARD
Jose Expedito Madeira Madeira 04/01/2016 05:38
Sugiro que o Prefeito Roberto Claudio, que subustitua o chefe da Assejur da Regional II, Advogado Iram, pois o mesmo não tem pulso para ser chefe, haja vista que seu subordinado, o fiscal Bernardo Araujo, retirou da Assejur o processo nº 2307162443894/2013, para defender seu CHEFÃO, CLAUDIO NELSON. Sou militar da reserva, na caserna, o chefe manda no subordinado. O poder odeia quem não sabe mandar, por isso o Dr. Iran deve ser aposentado, pois não tem moral para o capanga nº 1 do Claudio Nelson.
4
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-12-18_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima