[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] Temer defende novo modelo parlamentarista | Política | O POVO Online
Palestra 12/12/2015

Temer defende novo modelo parlamentarista

notícia 0 comentários
ANDERSON RIEDEL/ VPR
Michel Temer vive momento de tensão com presidente Dilma

O vice-presidente da República, Michel Temer, defendeu ontem maior participação dos parlamentares na execução do Orçamento brasileiro e acenou com uma antiga reivindicação de prefeitos e governadores: o fim das vinculações de recursos para saúde e educação.

 

Por sua proposta, o Orçamento seria definido a cada ano, sem um percentual definido para áreas específicas. Temer participou de uma palestra no Instituto de Direito Público de São Paulo a convite do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes.


"Me atrevo a dizer que a ideia é um semiparlamentarismo. O Congresso passaria a atuar efetivamente junto ao governo e não teríamos os problemas que vivemos hoje -'ah, não tem verba, tirou verba não sei de onde'. Seria facilmente explicável ao povo a falta de recurso", defendeu.


No presidencialismo, o presidente tem mais poder e acumula a chefia do governo e do Estado. No parlamentarismo, enquanto o presidente (ou monarca) é chefe de Estado, o primeiro-ministro é o chefe do governo.


Entre outras coisas, o Congresso tem mais força no parlamentarismo porque pode, mais facilmente, derrubar o governo ao destituir o primeiro-ministro.


No evento, o vice disse que o Brasil "deve estar atento à terceira fase da democracia": a "democracia da eficiência". (Folhapress)

> TAGS: temer dilma
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-10-17_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima