"Armadilha" 02/12/2014

Fala de Luizianne sobre RC é "sem pé nem cabeça", diz presidente do PT

notícia 7 comentários
EVILÁZIO BEZERRA
Diassis questiona ausência de Luizianne do partido
Compartilhar

 

Presidente do PT no Ceará, o sindicalista Francisco de Assis Diniz reagiu ontem, às críticas feitas pela ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), ao possível apoio do partido a reeleição de Roberto Cláudio (Pros). Segundo Diassis, como é conhecido, antecipar o debate sobre 2016 no partido é “sem pé nem cabeça” e uma “armadilha”.


Na última sexta-feira, 28, Luizianne disse que, caso apoie reeleição de Roberto Cláudio, o PT de Fortaleza poderia ser “enterrado no dia seguinte”.


“Esse debate é tão sem pé nem cabeça, é tão absurdo, que não vale nem comentar. Isso é muito precipitado. Não existe conversa sobre 2016, foco agora é montar o governo do Camilo (Santana)”, diz o presidente estadual do PT.


Diassis questionou ainda participação da petista nos debates internos do partido, incluindo sua ausência na campanha de Camilo Santana. “A Luizianne, que esteve completamente ausente em tudo, fora da pauta do partido por meses, antecipar esse debate? Isso é uma armadilha. É legítimo ela se posicionar, mas esse debate não existe”, disse.


PT dividido

Apesar de evitar admitir conflito interno, a direção municipal e a estadual do PT vivem hoje crise anunciada sobre posição para 2016. Isso porque, com maioria de delegados ligados a Luizianne em Fortaleza, dificilmente o partido votará posição de apoio à reeleição de Roberto Cláudio, salvo se a correlação de forças mudar.

 

A questão atrapalha planos do petismo no plano estadual, mais próximo de Roberto Cláudio e de Cid Gomes (Pros).


Líder-mor do PT no Ceará, o deputado federal José Guimarães (PT) também emitiu posição semelhante à de Diassis. Em entrevista ao Blog do Eliomar, Guimarães afirmou que a discussão da sucessão de RC agora é “armadilha” de “alguns setores” para dividir o partido. Segundo ele, momento agora é de construir governo Camilo. (do portal O POVO Online)


Saiba mais


PT tomará medidas contra infiéis


O Diretório Estadual do PT no Ceará terá reunião no próximo dia 18 para tratar de casos de infidelidade partidária durante as eleições deste ano. Alguns petistas fizeram campanha para candidatos adversários de Camilo Santana (PT).


Segundo De Assis Diniz, serão “tomadas medidas” contra quem não seguiu as posições do partido.


Sem citar nomes ou casos específicos, De Assis afirma que foi feito levantamento da situação em diversos municípios.


Em outubro, De Assis disse que expulsão de infiéis era cogitada. Entre petistas, pelo menos o deputado federal Eudes Xavier e Luiza Lins, mãe da ex-prefeita Luizianne Lins, demonstraram apoio a Eunício Oliveira (PMDB).

 

Compartilhar
espaço do leitor
Balbino 03/12/2014 07:26
Só tem vilão nesse filme. Ainda tem gente que aparece pra defender Luiziane, a pior prefeita que Fortaleza já teve.
demostenes de souza lima 02/12/2014 21:10
PT ...fora DILMA
Luiz Carlos 02/12/2014 17:27
Basta andar na cidade e veremos que a cidade hoje está muito pior que na época de Luizianne. A periferia que é maior parte da cidade, está toda esburacada, suja e escura. Só quem tá lucrando com o governo Rc são as grandes empreiteiras construindo obras questionáveis. Mas povo ta sofrendo.
fhc 02/12/2014 14:16
Esse Gervásio Trigueiro não sabe nem aonde se localiza o Parque Dois Irmãos e fica falando o que não sabe!
EDSON 02/12/2014 12:47
Antecipado?Já lançaram até a candidatura Lula 2018. Armadilha foi a escolha do Camilo, laranja dos ferreira gomes, não passou por convenção partidária. Medida "sem pé, nem cabeça", considerando a democracia interna do pt. O diretório estadual não passa de linha auxiliar do clã sobralense.
Ver mais comentários
7
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Erro ao renderizar o portlet: Barra Sites do Grupo

Erro: HTTP Error 404: Not Found