ESPORTE ESCOLAR 21/09/2013

Herança compartilhada

Enquanto filhos disputam Copa do Mundo de Futsal do colégio, pais se dedicam ao futebol de mesa. Detalhe: com botões personalizados com imagem das crianças
{'grupo': 'esportes@opovo.com.br', 'id_autor': 16628, 'email': ' andrevictor@opovo.com.br', 'nome': 'Andr\xe9 Victor Rodrigues'}
André Victor Rodrigues andrevictor@opovo.com.br
FOTO: EDIMAR SOARES
Pais jogam Futebol de Mesa ao lado da quadra onde filhos disputam Copa do Mundo de Futsal
Compartilhar

 

A cena é clássica e tomada por sentimento único: o paizão larga as ocupações sérias do cotidiano para acompanhar, de coração leve e satisfeito, o filho jogar futebol na escola. Bate aquele orgulho. Tanto pela herança boleira transmitida, quanto pelas lembranças de infância. Foi para intensificar emoções assim que o Colégio Santa Cecília resolveu inovar em sua principal competição infantil. Durante a Copa do Mundo de Futsal, enquanto os alunos se divertiram na quadra, os pais-torcedores tiveram a oportunidade de largar a arquibancada e disputar um animado Campeonato de Futebol de Botão (ou de Mesa). Com direito a detalhe para tornar tudo ainda mais legal: fotos dos filhos foram estampadas nos botões personalizados.


Aos 58 anos, o veterinário Noé Tadeu se animou desde que soube do torneio de futebol de botão. O mineiro lembrou do tempo em passava horas e horas dedicado ao jogo. Completamente viciado na mesinha. “Foi uma grata surpresa. Eu tinha mais de 30 times de botão na infância. Só deixei minha mãe jogá-los fora muitos anos depois que já estava morando aqui”, explicou, durante aquecimento na mesa repleta de botões.


Para o cinquentão, esta iniciativa da escola trouxe ainda mais os pais ao evento. E deve ser seguida. Principalmente por se tratar de algo que remete ao lúdico. Peladeiro dos campinhos de madeira, Noé teve de se adaptar à mesa mais moderna da modalidade. “Só estranhei essa bola deles. Acostumei a jogar com a chapadinha, e aqui é bolinha redonda. Mas eu já acostumei, foi até rápido”, comentou, enquanto jogava com a seleção mexicana. Pronto a tocar no botão com a foto do filho João Gabriel, 9.


Como Noé, outros pais de família com sorriso de criança, de social e gravata, ficaram de olhos pregados nos grandes rachões sobre a mesa. “Gol! Viu como eu disse que ia acertar a bola daqui?”, dizia um dos pais, após cerrar os dentes para mirar a bola rumo às “redes” do adversário. Empenho semelhante aos das crianças que deixavam os jogos. O espírito de competição, da forma mais sadia e divertida, foi assimilado em família.

 

Bem orientados


Considerando a presença fiel dos pais no evento colegial, a Coordenação de Educação Física do Santa Cecília resolveu resgatar a modalidade, que fez muito sucesso com os que hoje já passaram dos 30. E as expectativas foram cumpridas. Logo que souberam da novidade, os marmanjos correram às mesas que simulam quatro linhas, dispostas ao lado da quadra onde ocorreram os jogos dos pequenos. Em algumas horas de brincadeira, um pedaço doce do passado retornou. Mas não vá pensando que o negócio foi baldeado. Para manter a ordem no campeonato de botão - que contou com 22 seleções -, a Federação de Futebol de Mesa do Ceará (Futmece) esteve presente.


“Recebemos o convite do colégio. Neste ano, eles quiseram apresentar mais um atrativo a os pais, e também mostrar a importância do futebol de mesa. É importante destacar que, apesar da brincadeira aqui, trata-se de um esporte reconhecido”, explicou o botonista e representante da entidade na Copa do Mundo de Futsal, Manuel Moura. Segundo ele, o sucesso do esporte é certo entre os que nasceram entre as décadas de 1960, 1970 e 1980. Contudo, o esporte tem dificuldades de alcançar gerações mais jovens. “Com o advento do videogame, acaba que o público é mesmo adulto”, conta.

 

SEMANA DE ATIVIDADES

Os jogos começaram na última segunda, 16, e terão encerramento na tarde de hoje. Ao todo, 225 alunos participaram da disputa colegial

 

TRADIÇÃO NA ESCOLA

A Copa do Mundo de Futsal existe desde 2007 no Colégio Santa Cecília. A disputa integra alunos do 2º ao 7º ano do Ensino Fundamental

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Erro ao renderizar o portlet: Barra Sites do Grupo

Erro: cannot identify image file <cStringIO.StringI object at 0x42ceb58>