[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] O céu para os pequenos | Economia | O POVO Online
Anjos no CE 13/10/2013

O céu para os pequenos

Entidade sem fins lucrativos, a Anjos do Brasil financia projetos de de até R$ 100 mil no Ceará
humberto mota /especial para o povo
Milton Souza e Leonardo Lacerda: anjos de empreendedores cearenses
Compartilhar

Há mais de 10 anos o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, José Albuquerque, já falava que os recursos privados de empresas deveriam financiar startups. Depois de uma temporada na Universidade de Babison, em Boston, Estados Unidos, o professor viu como era possível levar uma experiência prática para que estudantes se tornassem empreendedores.

 

Em 2012, com a criação da Anjos do Brasil, Albuquerque percebeu que era viável uma experiência semelhante no capitalismo tropical brasileiro. A entidade tem fomentado o ambiente para investidores e projetos.


No Nordeste, os projetos ainda são iniciantes, mas Albuquerque disse que ficou animado neste mês de outubro ao ver a apresentação do primeiro PITCH (sigla em inglês que significa, traduzida, algo como “apresentação de projetos para fundos de investimento”). Ele também acredita que um mercado novo está sendo criado e que 2014 será o ano das aceleradoras (agentes que formatam empreendimentos e até abrigam-nos).


Atualmente existem 36 aceleradoras de mercado no Brasil. A tendência é de criação dessas novas aceleradoras, principalmente nas incubadoras de empresas instaladas nas universidades.


O investidor-líder da Anjos do Brasil no Ceará, Milton Sousa, afiram que estão sendo feitos um cadastro de investidores e reuniões para sensibilizar o mercado. A Anjos do Brasil é uma entidade sem fins lucrativos e representa uma porta de entrada para o mercado de investimentos.


Os anjos já começaram a financiar alguns projetos no Ceará, com investimentos que giram entre R$ 40 mil e R$ 50 mil, podendo chegar a R$ 100 mil. No Rio de Janeiro e São Paulo, os valores giram em torno de R$ 200 mil.


Para quem quer valores maiores, existem outras possibilidades de crédito: um exemplo são os Fundos de Investimentos, como o Criatec, que chegam a movimentar R$ 1 milhão. Os contatos normalmente são feitos pelos sites e as áreas prioritárias são as de tecnologia de informação, biotecnologia e agronegócio.


Milton Sousa ressalta que os anjos não querem perder tempo com ideias, mas sim com projetos testados. A pergunta básica é se a proposta realmente funciona. O risco do negócio é calculado, com base em avaliações subjetivas, que analisam o fluxo de caixa das empresas ou estabelecem um coeficiente que tenta estimar o valor da companhia. No Ceará, um dos projetos mais conhecidos e que é financiado por anjos é o Vitrola, uma startup que deu certo, mas há outros projetos sendo desenvolvidos no Estado. (Neila Fontenele)

 

Saiba mais

 

O movimento de startups ganhou fôlego no Ceará com o surgimento do grupo Startups.Ce, que possui atualmente 1.095 membros.

 

Outros dois marcos importantes, ambos criados em 2012, foram: o projeto Inova Ceará, do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (Indi) e da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec); e o Startup Meetup, que tem fortalecido as ações na área.

 

A cultura do investimento de risco em startups ainda precisa ser fortalecida, mas os gestores do movimento acreditam que a tendência é de que os investidores ganharão mais confiança com o fortalecimento da qualidade dos negócios.

> TAGS: 0
Compartilhar

Veja também

Ponto de vista
espaço do leitor
Jose Carlos Lazaro 16/10/2013 08:41
Grande iniciativa de pessoas com a cabeça nesta década. Quem sabe alguns outros empresários locais saem da década de 1960 ...
Este comentário é inapropriado?Denuncie
1
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-12-12_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima

Jornal de Hoje | Economia