Centro 24/02/2014

Circuito a pé conta história das praças no Centro

O itinerário do primeiro Circuito Cultural, realizado pela Faculdade CDL, seguiu do parque Pajeú até o Passeio Público. As caminhadas devem ocorrer no último domingo do mês com roteiros diferentes
notícia 2 comentários
DictSql({'grupo': 'ESPECIAL PARA O POVO', 'id_autor': 18761, 'email': 'cotidiano@opovo.com.br', 'nome': 'Tha\xeds Brito'})
Thaís Brito cotidiano@opovo.com.br
FOTOS EVILÁZIO BEZERRA
O percurso explorou detalhes do Parque da Criança, no Centro

Um roteiro para resgatar as raízes da cidade e lançar um olhar crítico sobre o desenvolvimento urbano ao longo dos anos. O primeiro Circuito Cultural promovido pela Faculdade da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) percorreu, na manhã de ontem, oito das 30 praças do Centro de Fortaleza. O passeio passa a se repetir no último domingo de cada mês, com novos roteiros pelo bairro, podendo posteriormente se estender para municípios próximos, como Redenção e Maranguape.

 

Reunindo cerca de 30 pessoas, o circuito é orientado pelo turismólogo Gerson Linhares, entusiasta da educação patrimonial e idealizador dos percursos Fortaleza a Pé há 19 anos. Segundo ele, são pelo menos 30 roteiros possíveis explorando os caminhos do Centro, contando a origem de igrejas e museus. Ou a história do movimento abolicionista e das normalistas na cidade, por exemplo. “Caminhar pelo Centro é um exercício de cidadania. As pessoas daqui ou do Interior redescobrem a cidade”, comenta.


O percurso teve início no parque Pajeú com a história do rio e sua relação com a cidade. Em seguida, explorou detalhes do Parque da Criança. Ali, a estátua do cupido dá esperança aos solteiros na “ilha do amor”. Do passado, ficam as lembranças dos pedalinhos no local, que antes era a Lagoa do Garrote. “Eu ficava esperando chegar o Dia da Criança. Uma vizinha juntava a gente e trazia para cá. A gente passava o dia nos pedalinhos”, relembra a estudante Elisiane Braz, 46. A memória é de quando morava em Caridade, antes de se estabelecer na Capital há 30 anos. “Às vezes procuramos a história de outras cidades e esquecemos da nossa raiz”, acrescenta.


Durante o roteiro, a segurança é reforçada pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar. Um carro de apoio leva água e lanche. Segundo Marília Marinho, coordenadora dos cursos de graduação da Faculdade CDL, o objetivo é proporcionar aos alunos uma programação familiar e de apropriação do espaço urbano. As inscrições são abertas ao público, com até 40 vagas. 

 

Serviço

 

Circuito Cultural

Quando: domingo, 30 de março

Inscrições pelo site:

www.faculdadecdl.edu.br

Preço simbólico: uma lata de leite em pó 

Vagas limitadas a 40 pessoas

 

espaço do leitor
Christine 24/02/2014 12:18
O site correto é http://www.faculdadecdl.edu.br/
Patrícia Oliveira Gomes 24/02/2014 09:42
Seria muito bom se o site fosse válido... gostaria de participar, mas o site não abre, uma pena...
2
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Erro ao renderizar o portlet: Barra Sites do Grupo

Erro: cannot identify image file <cStringIO.StringI object at 0x42ceb58>

Jornal de Hoje | Página Cotidiano