[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] 79 cubanos chegam à Capital para avaliação | O POVO
Mais Médicos 26/08/2013

79 cubanos chegam à Capital para avaliação

Grupo de 92 médicos estrangeiros inicia, hoje, módulo de avaliação com duração de três semanas. Federação Nacional dos Médicos (Fenam) entrará com Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal
FOTOS DEIVYSON TEIXEIRA
Médicos cubanos que desembarcaram ontem no Aeroporto Internacional Pinto Martins receberam apoio de manifestantes
Compartilhar

Em meio a gritos de “esses médicos são nossos, esses médicos são do povo”, 79 profissionais cubanos desembarcaram em Fortaleza ontem. Eles se juntarão a mais 13 integrantes do Programa Mais Médicos que já estão na Capital. Pelos próximos 21 dias, os novos profissionais da atenção básica da saúde passarão por uma avaliação. Se considerados aptos, já poderão atender pacientes a partir do dia 16 de setembro.

 

Após o desembarque, o médico cubano Juan Hernandez afirmou ter consciência das dificuldades do Sistema Único de Saúde (SUS) e destacou a experiência dos médicos conterrâneos. “Vai ser difícil no início, mas depois vai melhorando. O Governo deverá ajudar também. Nós já trabalhamos em outros países”, disse. Ele destacou, ainda, a importância das condições sanitárias da população para a atenção básica na Saúde e afirmou que o pagamento pelo seu trabalho apenas precisa “ser necessário para viver”.


No voo de ontem, estavam mais 128 médicos cubanos, que se juntarão aos 206 que chegaram no sábado (24) e foram distribuídos entre Recife, Salvador e Distrito Federal. A primeira etapa do Mais Médicos conta ainda com 244 profissionais intercambistas (estrangeiros e brasileiros com diplomas internacionais), totalizando 657.

 

Avaliação

Os médicos que farão módulo no Ceará estão alojados no 23º Batalhão de Caçadores do Exército e as aulas acontecerão na Escola de Saúde Pública do Ceará. Professores da Universidade Federal do Ceará (UFC) deverão avaliar as habilidades clínicas e de língua portuguesa dos profissionais. “Eles saberão como funciona o sistema de saúde do País, a parte legal da profissão, os protocolos clínicos e a língua”, detalhou o secretário Estratégico e Participativo do MS, Odorico Monteiro. Ele e o governador Cid Gomes, que não falou com a imprensa, recepcionaram os médicos no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

 

De acordo com Odorico Monteiro, não haverá prova após as três semanas de  aulas. “A avaliação será contínua. Até depois de já atuantes, eles continuarão sendo avaliados pelos professores”, destacou.


O presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM-CE), Ivan de Moura Fé, avaliou que as três semanas de avaliação são insuficientes para que os médicos entendam a realidade sanitária e epidemiológica do País.


Saiba mais


Os médicos cubanos serão direcionados para 701 municípios que não foram escolhidos por nenhum médico na etapa de chamamento individual

 

Até o final do ano, 4 mil médicos cubanos deverão chegar no Brasil

 

De acordo com o Ministério da Saúde, 84% dos médicos cubanos têm mais de 16 anos de experiência

 

A Federação Nacional dos Médicos entrará com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no STF, questionando a Medida Provisória 621, que dispensa a revalidação de diplomas para o Mais Médicos.

> TAGS: mais médicos
Compartilhar
espaço do leitor
Edu Marcelo 26/08/2013 22:37
Sejam muito bem vindos.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Izidórioi 26/08/2013 14:11
O futuro deste programa está com os dias contados. Espero que a fraude eleitoral seja descoberta antes do próximo pleito. Como nós estamos contratado diretamente de Cuba para o Brasil curandeiros, talvez dê certo, pois não precisaremos de exames nem remédios para os pacientes, basta uma reza.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Izidórioi 26/08/2013 14:05
Programa eleitorero, sem nexo e propósito desonesto. Como querer resolver o problema de saúde do povo se o vetor principal é denegrido perante a sociedade. Se a intenção e transferencia de numerário para Cuba, por que não arranja outra forma. Obrigar as prefeituras a criar despesas sem consulta-las.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Bel 26/08/2013 13:55
Lamentável o posicionamento do Odorico Monteiro, onde o mesmo está respondendo uma ação no Ministério Público Estadual, por ter ido estudar no Canadá com financiamento da Prefeitura de Fortaleza na gestão da loura corrupta...
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Izidórioi 26/08/2013 13:54
Como será a engenharia financeira deste programa? Pelo que me consta os municípios terminarão pagando, como: dinheiro que vinha do ministério da saúde para contratar médicos para o PSF será a fonte de pagamento. Além de obrigarem os municípios aderirem ao programa, ainda querem que pague a conta.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Ver mais comentários
38
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-08-17_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima

Jornal de Hoje | Página Cotidiano