[an error occurred while processing this directive] Alimentação natural ganha cada vez mais adeptos entre os pets | O POVO
ALIMENTAÇÃO NATURAL 02/10/2016

Alimentação natural ganha cada vez mais adeptos entre os pets

Se a vida saudável dos humanos se baseia em alimentação equilibrada e natural, por que ainda ofertamos para animais de estimação produtos industrializados? O questionamento motiva a alimentação natural de cães e gatos e ganha cada vez mais adeptos
notícia 0 comentários
{'grupo': 'especial para O POVO', 'id_autor': 16504, 'email': 'domitilaandrade@opovo.com.br', 'nome': 'Domitila Andrade'}
Domitila Andrade domitilaandrade@opovo.com.br
TATIANA FORTES
Valéria e Stitch: alimentação natural chegou há cinco meses e, com ela, mais saúde para o cão


Na busca por uma vida saudável, muitas pessoas têm eliminado do próprio cardápio alimentos industrializados. Baseada nesse movimento que busca, principalmente, qualidade de vida, a alimentação natural (AN) para cães e gatos ganha adeptos entre tutores. Nela se procura auxílio para tratamento de problemas de saúde e a ampliação da expectativa de vida do pet.


 

“É um processo lógico. As pessoas se preocupam com a alimentação delas e acabam parando pra pensar: ‘se eu estou excluindo da minha vida produtos industrializados, por que o meu cão e meu gato também não podem passar para esse ponto?”, cita a veterinária nutróloga Fabiana Vinhas. A zootecnista especialista em nutrição animal Ádalia Freitas de Oliveira lembra que a nutrição humana serve de espelho para busca de benefícios da alimentação animal.


Elas destacam que AN não é sinônimo de dar ao animal tudo aquilo que é comido por humanos e muito menos alimentá-los com as sobras.


Tendo como componentes carnes, vísceras, vegetais, cereais, óleos e até ossos, a AN se baseia em ofertar alimentos dos quais se conhece a origem. Mudando as proporções e o preparo, a técnica pode ser de três tipos: crua com ossos, crua sem ossos e cozida.


Procedência, frescor e diversidade são três das vantagens da AN em relação à alimentação com ração. Conforme Fabiana, mesmo em rações super premium — as mais recomendadas e, via de regra, as mais caras — são utilizados ingredientes que são subprodutos da alimentação humana. “Além de aditivos químicos que dão a elas os níveis necessários de proteína, gordura e conservação. Em rações básicas, há ainda vegetais, como soja e milho, usados como fontes de proteína, para animais que são, primordialmente, carnívoros”, cita.


Mudanças

Difundida mais intensamente desde a década de 1980 no exterior, a AN ainda engatinha no Brasil. Médicos veterinários que recomendam, reconhecem benefícios e dominam os conceitos ainda não são maioria. A demanda, muitas vezes, chega aos profissionais pelos donos dos pets. Foi o caso da analista de sistemas Valéria Pereira da Silva, tutora do Stitch, um cocker spaniel de cinco anos que há cinco meses trocou a ração por AN na busca por emagrecimento.

 

Após uma parada cardíaca durante a cirurgia de castração e o sobrepeso decorrente do procedimento cirúrgico, Stitch passou de 18kg para 22,5 kg. Com o peso e o desânimo do cãozinho, vieram a preocupação e a busca de Valéria por uma solução que, para ela, não viria com um ração light. “Leio bastante sobre alimentação natural e bons hábitos pra pessoas mesmo e acabei encontrando informação sobre a AN. Passei a questionar o veterinário sobre como o cachorro cardíaco e gordo iria melhorar comendo ração”, relembra.


Houve resistência, mas ela achou sites sobre o assunto e uma profissional que prescreveu a receita personalizada ao tratamento de que Stitch necessitava. Em cinco meses, ele eliminou 4,5kg e retomou a energia.


No caso de Stitch a recomendação foi a partir de uma doença. A nutróloga Fabiana Vinhas garante que a AN pode tratar problemas que se apresentam multi-sintomáticos com dietas que devem ser feitas por especialista. Animais saudáveis, sem histórico de doenças e com check-up em dia, também podem ser beneficiados.


Neste último Ciência & Saúde de série especial sobre alimentação, conceitos, benesses, como introduzir, cuidados e mitos que envolvem a dieta animal livre de ração serão detalhados. Informe-se, converse com o médico veterinário e, se for possível, leve a vida saudável que você busca para si também para a rotina do seu animal de estimação.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2019-02-17_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS