[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] Mortos e feridos no MMA | O POVO
LUTA 06/05/2012

Mortos e feridos no MMA

notícia 1 comentários
Compartilhar

O MMA é considerado uma luta recente e não há estudos definitivos que revelem os malefícios a longo prazo. Especialistas apontam que o boxe e o MMA tem níveis de segurança semelhantes. A diferença é que o MMA provoca ferimentos mais profundos e sangrentos, justamente porque são desferidos com luvas mais leves. O ataque contundente geralmente derruba o oponente mais rápido.

 

Enquanto no boxe, as luvas mais pesadas, acabam permitindo uma troca de socos mais longa. Entre as lesões desse tipo de esporte a longo prazo estão o parkinson e, principalmente, a demência pugilística. Segundo o relatório Manuel Velazquez Boxing Fatality Collection, o único nos Estados Unidos que trata sobre o assunto, de 1890 a 2007 houve 923 mortes causadas por lesões sofridas em cima de um ringue de boxe.

 

Duas mortes


Da década de 90 (quando iniciaram as primeiras lutas oficiais) até hoje, foram registradas duas mortes em decorrência de ferimentos provocados por uma luta de artes marciais mistas. Em 2007, o americano Sam Vasquez, 35, foi nocauteado e levado imediatamente ao hospital. Entrou em coma e acabou morrendo dez dias depois de uma hemorragia cerebral. Cena semelhante ocorreu com Michael Kirkham, em 2010. Em sua primeira luta profissional de MMA, ele tombou inconsciente depois de levar um soco e morreu dois dias depois.


Em dezembro do ano passado, o caso do lutador Jeffrey Dunbar ganhou repercussão mundial e aumentou a polêmica sobre os riscos do MMA. A luta não durou nem um minuto quando ele para tentar escapar do golpe do adversário, acabou lançando a carga do seu corpo e do adversário sobre a quarta coluna vertebral cervical - que acabou sendo estilhaçada. Fragmentos dos ossos da vértebra danificaram a espinha dorsal e romperam as terminações nervosas que levam informações para o corpo. As consequências foram instantâneas. Ele ficou paraplégico.

Compartilhar
espaço do leitor
Edson 27/10/2014 21:09
No Brasil a vida de um galo de briga vale mais que a vida de um homem no ring.
1
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2019-01-21_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Mais comentadas

anterior

próxima