Conheças nossos combos e pacotes promocionais!

CLIQUE E CONFIRA
Quarto ano consecutivo 20/01/2015 - 12h02

Ceará tem 64% de chance de ter mais um ano de seca, revela Funceme

É o pior prognóstico dos últimos anos, divulgado em coletiva na manhã desta terça-feira, 20, pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme)
notícia 11 comentários
Fábio Lima/ O POVO
Itapajé- Ceará
Compartilhar

Atualizada às 15h18min

O Ceará tem 64% de chance de ter a quadra chuvosa abaixo da média histórica em 2015. É o pior prognóstico dos últimos anos divulgado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) em coletiva na manhã desta terça-feira, 20.

A possibilidade das precipitações deste ano estarem na média considerada normal é de 27%; já a chance de o ano ser chuvoso é de apenas 9%. A análise revela uma grande chance de o Estado entrar no quarto ano consecutivo de estiagem, reforçando a gravidade do panorama da seca no Ceará.

Na semana passada, análises divulgadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontavam 45% de chance da quadra chuvosa ser abaixo da média, em estados localizados na área norte do Nordeste (Piauí, Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba e Pernambuco).

Em entrevista coletiva após a divulgação oficial do prognóstico, o governador Camilo Santana (PT) classificou como preocupante a situação do Ceará diante da maior probabilidade de ano seco em relação às previsões elaboradas desde 2002. Se 2014 foi de criticidade na zona rural dos municípios, Camilo destacou que a tendência em 2015 é de colapso hídrico nas sedes municipais, a exemplo da situação enfrentada atualmente em São Luís do Curu e prevista para Crateús nos próximos dias.

O governador ressaltou a continuidade de obras importantes para garantir a segurança hídrica do Ceará, como o Cinturão das Águas e a transposição do Rio São Francisco. Camilo anunciou que a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) passa a coordenar as ações das secretarias estaduais e que está preparando uma apresentação das demandas dos municípios cearenses para pedir recursos em reunião com a presidente Dilma Rousseff (PT), ainda sem data anunciada. 

Recursos Hídricos

Atualmente, em 176 dos 184 municípios cearenses foi decretado estado de emergência em consequência da estiagem.  Em relação à situação dos açudes, 130 estão com volume inferior a 30%, e apenas um tem volume acima de 90%, segundo dados da Funceme.

No ano de 2014, a previsão da quadra chuvosa ser abaixo da média histórica era de 40%, semelhante a 2013, quando o índice foi de 45%.

A análise divulgada em documento nesta terça-feira, 20, investiga campos atmosféricos de grande escala e resultados de modelos numéricos e estatísticos de diversas instituições de meteorologia do Brasil.

O prognóstico climático revelado pela Fuceme, que afeta os meses de fevereiro a abril de 2015, é primordial para a orientação de políticas públicas nas áreas de agricultura e gestão de recursos hídricos, com impactos ainda em outros setores da sociedade.

Durante a coletiva, o presidente da Funceme, Eduardo Sávio Martins, afirmou que um modelo regional de previsão deve ser demonstrado na próxima segunda-feira, 26, na reunião do Comitê Integrado de Combate à Seca. O modelo pode levantar mais detalhes sobre a distribuição das chuvas no território cearense nos próximos três meses.

Redação O POVO Online com informações da repórter Thaís Brito

Compartilhar
espaço do leitor
Lunga Jr 30/01/2015 13:24
Como é mesmo? Transposição do São Francisco? Vai ser aquela água. Quanta enganação.
Roberto Lima Jr 21/01/2015 11:21
O problema não é a Funceme, que trabalha no Ce com os dados que a Física usa em qualquer lugar do mundo. O problema é o homem que desperdiça água, abusa da energia, prostitui a política e quer água a todo custo, qdo. as estações mudaram em todo o mundo. Politicazinha de butekim não faz inverno
Donatella Magalhaes 21/01/2015 10:09
O governo anterior sabia que o volume de aguas no Ce estava baixando, mas preferiu gastar milhões com obras faraonicas para eleger seu amigo. Resta ao governador abrir poços no campo e nas cidades porque não receberemos água do Sudeste e Centro Oeste, que tb sofrem com a estiagem!!
lorena 21/01/2015 10:05
Sr. Governador, o Ceará é abençoado por sol e ventos, mas por que o sr. não começa a procurar empresas que vendam placas de energia fotovoltaica para condominios populares a preços possíveis? É UMA SAÍDA PARA O CAOS DE ENERGIA QUE SE INSTALARÁ EM TODO O PAÍS.
Gervasio Trigueiro 20/01/2015 23:21
Eu fosse eleito Governador meu segundo ato depois da posse era extinçao do FUNCEME.Porque nao acerta uma. Está no mesmo nivel do IBOPE. Gastar dinheiro com quem faz adivinhação me poupe.
Ver mais comentários
11
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

O POVO Online

Participe desta conversa com @opovoonline

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Fortaleza

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Instagram (API-USER)

Erro: 'data'
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

São utilidades para enriquecer seu site ou blog por meio de códigos (Tags ou Scripts) que ajudam sua página a ser ainda mais informativa

Escolha o Widget do seu interesse

Newsletter

Receba as notícias do Canal Fortaleza

Powered by Feedburner/Google

Erro ao renderizar o portlet: Barra Sites do Grupo

Erro: HTTP Error 404: Not Found