VERTICAL S/A 21/02/2016

O Dia D para reverter o aumento das taxas do FNE

notícia 0 comentários
DictSql({'grupo': ' ', 'id_autor': 16338, 'email': 'leal@opovo.com.br', 'nome': 'Joc\xe9lio Leal'})
Jocélio Leal leal@opovo.com.br

A próxima reunião do Conselho Monetário Nacional acontece no dia 25, quinta-feira. No encontro, a expectativa é de que a presidente Dilma Rousseff tenha voltado atrás da decisão massacrante de aumentar a taxa de juros dos fundos constitucionais. No nosso caso, o FNE. O aumento correu em dezembro de 2015, nos estertores da gestão de Joaquim Levy no Ministério da Fazenda, e pegou de surpresa os estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, afetados pelos estapafúrdios 70% de reajuste médio. O recuo, se confirmado na reunião do CMN, viria da pressão dos congressistas da região, desmobilizados pelo recesso parlamentar quando do anúncio do aumento.

O FNE não é favor. Foi criado em engenhosa articulação da Bancada do Nordeste, sobretudo. Na época, o BNB mobilizou seus melhores quadros para acompanhar a mobilização em Brasília. O Fundo financia investimentos em 1.990 municípios nos nove estados do Nordeste e no norte dos estados do Espírito Santo e de Minas Gerais, incluindo os Vales do Jequitinhonha e do Mucuri. É dinheiro para emprestar e gerar desenvolvimento para quem pretende produzir. Noutros termos, traduz em realidade, por meio de negócios, o esforço para reverter as desigualdades regionais. Em editorial no último dia 4, O POVO afirmava: “O custo mais caro do Fundo estabelecido para gerar desenvolvimento na região mais pobre do País é uma traição ao princípio que gerou a criação do FNE”.

Com os aumentos, os encargos nas operações com a finalidade de investimento para empreendedores com receita bruta anual de até R$ 90 milhões têm taxa de juros de 14,12% a.a. Para empreendedores com receita bruta anual acima de R$ 90 milhões, taxa de juros de 15,29% a.a. Nas operações com a finalidade de capital de giro para empresas com receita bruta anual de até R$ 90 milhões, taxa de juros de 18,2% a.a. Passando deste limite, taxa de juros de 20,24% a.a. Nos financiamentos de projetos de ciência, tecnologia e inovação, taxa de juros de 11,8% a.a. Em 2015, a mais alta era 10% a.a. No rol das amenidades, bônus de adimplência de 15%, desde que a parcela da dívida seja paga em dia. Na prática, uma distância menor diante das condições oferecidas pela banca privada.

Impossível não lembrar do início da gestão do ex-presidente Lula (PT), no Passaré. Ele recebia o economista Celso Furtado, de saudosa memória.


Bateria cheia
O presidente-executivo da pernambucana Acumuladores Moura (Baterias Moura), Paulo Sales, não reclama tanto do momento da economia porque ele ganha com quem compra carro novo e com quem fica com o velho. A reposição é um mercado 10 vezes maior do que o de montadoras. O faturamento é na casa de R$ 1 bi. Na quinta, ele veio a Fortaleza a convite do BNB (de quem a empresa é cliente) contar a história da Moura (fundada pela sogro) para gestores do banco.

VERTICAL S/A - Vocês têm relação direta com a indústria automotiva, que no Brasil vive momento de carga menos intensa, como tem sido o impacto?
Paulo Sales - O que aconteceu pegou a todos de surpresa. Ninguém podia imaginar que o Brasil pudesse chegar aonde chegou. Nós participamos de várias palestras com vários economistas e não me recordo de ter visto nenhum prever uma desgraça tão grande (risos). A produção indústria automobilística voltou ao ano de 2004.

VSA - E vocês?
Paulo - Nós temos uma estratégia muito voltada para o mercado de reposição, apesar de a Moura ser uma das marcas de mais presença nos carros novos, no mercado de reposição, nós somos muito mais fortes.

VSA - Qual a proporção?
Paulo - O mercado de reposição é de 20 milhões de baterias e o de montadoras é de 1,8 milhão. Isto faz com que a gente possa estar vivendo um momento diferente de nossos pares de indústrias, como a linha branca. A gente repetiu em 2015 o movimento de 2014. E trabalhamos com a perspectiva de crescer 6% em 2016.

VSA - Quando o sujeito não troca de carro, ele continua com o velho e troca a bateria....
Paulo - Isso. A lógica é essa. A nossa estratégia é manter as montadoras. É muito importante para nós. Também para o nosso futuro. Elas demandam muita tecnologia e qualidade. O objetivo é manter os 50% de market share e não mais de 25% da receita com as montadoras. Na reposição somos líderes.

LIBERAL. A ideia do governador Camilo Santana de conceder equipamentos públicos que foram fáceis de fazer, mas custam caro para manter, avança. A McKinsey está em fase de coleta de dados e modelagem dos ativos. Conversa com o Governo e em breve vai ter com possíveis interessados. É quando define o que será prioridade para concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs).

CENÁRIO
Insinua-se
A decisão do Máquina de Vendas, detentora das redes varejistas de eletrodomésticos e eletroeletrônicos Ricardo Eletro, EletroShopping e Insinuante, de unificar as lojas sob a marca Ricardo Eletro é um movimento natural nesta atual conjuntura. Não haverá espanto caso haja demissões e fechamento de lojas. A propósito, todas as redes do segmento estudam fechamento de pontos de vendas e demissões.

SEM PORRE
Cachaça
A cachaça ainda não brinda o mercado mundial, as exportações caíram 27% em receita e 17% em volume no ano passado, mas nem por isso o segmento vive um porre. O Brasil produz 800 milhões de litros por ano, segundo o Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac). Nos Mercadinhos São Luiz, as vendas cresceram 36% em 2015. Este ano, a rede inclui mais 10 rótulos e chega a 85 nas prateleiras.
Variam de R$ 6 a R$ 500.

ANCAR INVANHOE
Olho dos donos
A diretoria da Ivanhoé Cambridge, que comprou em outubro de 2015 o controle dos shoppings da SGPar no Ceará, vem a Fortaleza na terça. Visitam o North Shopping Fortaleza, já em obras de revitalização. Investe declarados R$ 100 milhões. Mexe na área de circulação, com novos revestimentos no piso e forro, novo projeto de design para iluminação, expansão da praça de alimentação e nova fachada.

ANCAR II
Binder e Acesso
A Binder vai entrar no mercado do Ceará e Rio Grande do Norte atendendo aos shoppings do grupo Ancar Ivanhoe. No Ceará, a agência passa a atender o North Shopping Fortaleza, North Shopping Jóquei, Via Sul Shopping e o North Shopping Maracanaú em acordo operacional com a cearense Acesso. Todo o planejamento de mídia, produção gráfica e audiovisual ficará com a Acesso. A Ancar Ivanhoe
já é cliente da Binder há mais de 10 anos.

Mais uma vez Flamengo
CENTAURO.
A Centauro consolidou ranking de vendas de camisas oficiais dos times de futebol brasileiros. O Flamengo liderou as vendas nacionais no segundo semestre do ano. Venceu por quatro meses, conquistando o topo da lista e 23,4% do total de vendas. No Ceará, o Flamengo ganhou com 32,7%, seguido pelo Ceará Sporting Club, com 22,6%.

Horizontais
MELHOR DE 2015
. O Vertical S/A exibe ao longo do mês entrevistas veiculadas em 2015.
Neste domingo, 23 horas, em 48 UHF, 23 Multiplay, 24 NET e www.tv.opovo.com.br n LÍNGUAS. As inscrições no processo seletivo das Casas de Cultura da UFC, tanto para o primeiro semestre
quanto para os testes de nível, vão de 27 de fevereiro a 6 de março. Ambos exclusivamente pela Internet, no www.ccv.ufc.br. Vagas para espanhola, inglesa, alemã, francesa, italiana e portuguesa, além de Esperanto n OBOÉ. Dia 7 de março tem leilão de imóveis do que pertencia à Oboé. Baterão martelo para quem vencer a oferta de imóveis na avenida Virgílio Távora. Somados, cerca de R$ 4,57 milhões.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vertical s/a

RSS

Vertical s/a

Jocélio leal

Escreva para o colunista

Atualização: Domingo

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Economia

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2019-01-21_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

Newsletter

Receba as notícias da Coluna Vertical S/a

Powered by Feedburner/Google

Mais comentadas

anterior

próxima