[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] São Gerardo: O bairro batizado com nome de santo criado pelo povo | Coluna O POVO nos Bairros | O POVO Online
O POVO NOS BAIRROS 20/06/2013

São Gerardo: O bairro batizado com nome de santo criado pelo povo

FOTO THIARA NOGUEIRA/ESPECIAL PARA O POVO
Avenida Bezerra de Menezes é a principal via e polo comercial do bairro São Gerardo
Compartilhar

 

São Gerardo


A ligação do bairro São Gerardo com sua igreja matriz é intrínseca. A primeira capela foi inaugurada em 1925, no então bairro do Alagadiço Grande. Em 1930, foi adotado o nome de São Gerardo. Só que, na verdade, o nome do santo é São Geraldo Majela (1726-1755). Em 1992, o bairro foi visitado pelo então caderno O POVO nos Bairros. Na reportagem, assinada pela jornalista Carmina Dias, é explicado que o nome do bairro “nasceu de uma corruptela” do nome do santo. São Geraldo se popularizou e foi rebatizado por “Gerardo” pelos devotos.


Nascido em Muro Lucano, na Itália, Geraldo enfrentou muitas dificuldades para ser aceito pelas ordens religiosas, por ser considerado muito novo e fraco. Foi beatificado em 1893 e canonizado pelo papa Pio X em 1904. É considerado o santo das mães.


Perfil comercial

Cada vez mais, o São Gerardo assume um perfil comercial. A principal via do bairro, a avenida Bezerra de Menezes (inaugurada em 1966), já é um dos mais importantes polos comerciais da Capital. Hoje, quem mora no São Gerado tem acesso a quase todos os serviços no próprio bairro.

 

Mas nem sempre foi assim. A nutricionista Simone Ribeiro, de 38 anos, lembra de uma avenida formada, majoritariamente, por residências. “Não tinha comércio”, conta.


De acordo com a reportagem de 1992, a avenida “nada mais era que uma espécie de estrada com pavimentação tosca, com areal em muitos pontos”. Isso ainda na década de 1920, quando era conhecido como Alagadiço Grande. Os moradores, naquele tempo, eram famílias tradicionais que “moravam em chácaras e mansões”.


Ao longo das décadas, o bairro cresceu e se urbanizou. “Aos poucos, foi melhorando a vida no bairro”, comenta o morador Sérgio Soares, 52.


Hoje, ao circular pela ruas do bairro, percebe-se as calçadas praticamente desertas, com poucas pessoas circulando. O morador Airton Aquino, 69, tem uma explicação para isso: “aqui só tem gente rica, que sai de automóvel, então a rua fica desabitada. Você não tem segurança (para andar a pé)”, lamenta.

Hoje com 83 anos, o São Gerardo ostenta o melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Regional I, com 0,678, segundo informações do site da Prefeitura de Fortaleza. Quanto mais perto de 1, melhor a qualidade de vida dos moradores. O índice mostra que o bairro São Gerardo é um bom exemplo de desenvolvimento.

 

EM ALTA


PRAÇA

A praça Jonas Gomes de Freitas, ao lado do North Shopping, é um dos locais preferido para a prática de exercícios no bairro

EM BAIXA


LIXO

A sujeira espalhada pelas ruas do bairro é umas das principais reclamações dos moradores do São Gerardo

 

RONDA

O Povo nos Bairros publica o telefone de contato dos policiais do Ronda do Quarteirão no bairro São Gerardo 3457 1102 e 190

14 MIL


População

O bairro São Gerado possui 14,2 mil habitantes. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do bairro, segundo a Prefeitura, é igual a 0,678.

 

RIACHO ALAGADIÇO


MORADOR RECLAMA DA DEMORA PARA CONSTRUÇÃO DE PONTE


1 O comerciante Sérgio Soares, 52, reclama da demora na conclusão de uma ponte na rua Coronel Mozart Gondim. Sem a ponte, os motoristas e moradores não têm como atravessar o riacho Alagadiço. É preciso contornar o quarteirão para ir até a avenida Bezerra de Menezes. “Começaram a obra em janeiro e ela foi interrompida umas duas vezes. Agora, está parada. Estamos esperando terminar o que ficou no meio do caminho”, afirma ele. Segundo Sérgio, a antiga ponte acabou danificada devido ao intenso tráfego de caminhões que carregaram o entulho retirado da Lagoa do Alagadiço, quando o espelho d’água foi limpo.


RESPOSTA. A Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf) informa que a obra foi paralisada devido a reavaliações no projeto, mas promete a retomada dos trabalhos para hoje, com conclusão prevista para 15 de julho. O projeto faz parte do Programa de Drenagem Urbana de Fortaleza (Drenurb).

 

PRAÇA DONA DEINHA


ÁREA DE LAZER ESTÁ ABANDONADA E CHEIA DE PROBLEMAS


2 A praça Dona Deinha, localizada na rua Braz de Francesco, está praticamente abandonada. Poucas pessoas frequentam o lugar, que também sofre com a depredação. Bancos e mesas estão quebrados e a ferrugem toma conta das estruturas metálicas. Os moradores também reclamam da insegurança no local. “Ela precisa de uma reforma”, solicita a nutricionista Simone Ribeiro, de 38 anos.


RESPOSTA. A Secretaria Executiva Regional (SER) III informa que a praça Dona Deinha foi uma das contempladas no “Programa de Adoção de Praças”. Até o início do segundo semestre, a reforma será iniciada. O local foi adotado pela Harmony Empreendimentos.

 

SERVIÇO

 

Secretaria Executiva Regional (SER) III

Para reclamar sobre problemas de infraestrutura nos bairros da regional, você deve entrar em contato com a ouvidoria.

Telefone: (85) 3433 2519 / 2542

 

SÃO GERARDO

 

É a cara do meu bairro


Qual é a imagem que você acha a cara do seu bairro? Participe, envie sua foto para nós: opovonosbairros@opovo.com.br

 

Igreja de São Gerardo. O terreno onde está a igreja foi doado pelo casal Gaudioso e Donatila de Carvalho em 1924 e, no ano seguinte, a capela foi inaugurada. Em 1934, foi reformada, ampliada e elevada a paróquia.

 

INTERATIVIDADE


COLUNA ESTREIA NA RÁDIO O POVO/CBN


3 A coluna O POVO nos Bairros estreou, semana passada, um espaço diário na rádio O POVO/CBN. Confira abaixo se sua reclamação foi respondida na coluna radiofônica. Caso não tenha acompanhado a resposta, você pode checar o posicionamento do poder público na nossa página no portal O POVO Online.


12 de junho: David Coelho reclama da falta de equipamentos para ginástica e lazer na Lagoa da Maraponga.


14 de junho: Rodrigo Aquino reclama da má conservação da praça em frente à Igreja da Glória, na Cidade dos Funcionários.


18 de junho: Rodrigo Carvalho reclama dos constantes acidentes que ocorrem no cruzamento das ruas Guilherme Rocha e Princesa Isabel, no Centro de Fortaleza.

 

O POVO online
Leia mais em

www.opovo.com.br/colunas/opovonosbairros/

 

> TAGS: xx
Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

O povo nos bairros

RSS

O povo nos bairros

Geimison Maia

Escreva para o colunista

Atualização: Quinta-Feira

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Fortaleza

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2019-01-21_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

Newsletter

Receba as notícias da Coluna O POVO nos bairros

Powered by Feedburner/Google

Mais comentadas

anterior

próxima