[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] Montese e a homenagem aos combatentes da II Guerra Mundial | Coluna O POVO nos Bairros | O POVO Online
o povo nos bairros 30/05/2013

Montese e a homenagem aos combatentes da II Guerra Mundial

MAURI MELO
O primeiro nome do bairro foi Pirocaia. Mudou para Montese por causa da II Guerra Mundial
Compartilhar


Ano: 1944. A Segunda Guerra Mundial chega ao momento decisivo. Tendo declarado guerra aos países do Eixo (Alemanha, Itália e Japão) em 1942, só quase dois anos depois o Brasil enviava as primeiras tropas da Força Expedicionária Brasileira (FEB) para a Europa.


Aos 21 anos de idade, o então agricultor Raimundo Nonato Ximenes teve de deixar o município de Groaíras, após ser recrutado para a guerra. Na terra natal, ficaram a família e a noiva Lili - com quem é casado até hoje. Incorporado à FEB em 1945, Raimundo Ximenes ficou sediado em Fortaleza, na expectativa de embarcar para o continente europeu.


Combatendo no norte da Itália, as tropas brasileiras e os aliados conseguiram importantes vitórias. As mais conhecidas foram as batalhas de monte Castello, Castelnuevo e Montese. “No 14 de abril de 1945, houve a batalha do Montese. (Depois dela) a Alemanha começou a enfraquecer e, 26 dias depois, soube que não ia mais para a guerra. Eu fiquei livre”, relembra seu Ximenes, como é mais conhecido.


O primeiro ímpeto foi o de retornar para Groaíras. Porém, logo em seguida, um conterrâneo ofereceu um terreno no antigo bairro Pirocaia, nas margens da antiga estrada do Gado (hoje avenida Gomes de Matos). O nome remetia ao fato dos rebanhos seguirem pela via rumo ao abatedouro localizado no bairro Jardim América..


Pois bem. Aos poucos, Ximenes e Lili estabeleceram-se no bairro, mas a memória da guerra não se esvaecia. “Pensei nos companheiros que morreram em batalha”, relembra Ximenes. Por isso, ele sugeriu a mudança do nome de Pirocaia para Montese. “Foi um ato de gratidão aos companheiros da FEB”, diz ele. A data convencionada para o nascimento do Montese é 14 de abril de 1946. Raimundo Ximenes, hoje com 90 anos, passou a ser considerado o fundador do bairro.

 

Crescimento


Nascido no Montese, o comerciante Caubi Rodrigues, 43, guarda na lembrança um bairro ocupado por sítios. “Tinham muitas árvores. Era o bairro mais arborizado de Fortaleza”, diz ele. Com a instalação dos calçamentos nas avenidas e do saneamento básico, o bairro foi sendo povoado aos poucos, principalmente na década de 70. “Aqui era bom aos domingos. A gente tinha nossas tradições populares - como quermesses, reisados, festas”, conta Raimundo Ximenes, destacando a intensa vida social que existia no bairro.


Só que isso foi perdendo espaço com a chegada do comércio nos anos de 1980. “Foi quando descobriram o mapa da mina”, salienta o aposentado. De acordo com Ximenes, o Montese chegou a ter 60 mil habitantes. Hoje, só possui quase 26 mil moradores. “Em dia de feriado, quando não abre as lojas, é um deserto danado”, lamenta.

 

Livros


O cirurgião-dentista e jornalista Raimundo Ximenes já escreveu dois livros sobre o bairro Montese: “De Pirocaia a Montese - Fragmentos Históricos” (2004) e “Uma Paróquia de Fé” (2008), que conta a história da Paróquia Nossa Senhora Aparecida.


Membro e ex-presidente da Associação Cearense de Jornalistas do Interior (Aceji), Ximenes trabalha em um novo livro, no qual vai falar sobre a história do município de Groaíras.

 

ESPAÇO AÉREO


TRÁFEGO DE AERONAVES INCOMODA MORADORES

1. O bairro Montese está localizado na rota de pouso dos aviões que têm como destino o aeroporto Pinto Martins. Como está próximo da cabeceira da pista, as aeronaves circulam em baixa altitude e fazem muito barulho. “Isso atinge até psicologicamente”, comenta o aposentado Raimundo Ximenes. A principal crítica é em relação ao tráfego noturno.

 

RESPOSTA. A Agência Nacional de Aviação (Anac) e a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informam que o aeroporto obedece a todas as especificadas contidas no “Plano Específico de Zoneamento de Ruído (PEZR), elaborado em 1997 pelo extinto Departamento de Aviação Civil (DAC. A Anac diz que deverá ser determinada revisão do PEZR ao operador do aeroporto Pinto Martins”, com a inclusão de procedimento para decolagem com redução de ruído.


A Infraero lembra que os arredores do aeroporto foram sendo ocupados de maneira desordenada ao longo dos últimos anos. Por isso, a Anac solicitará que a Prefeitura de Fortaleza revise a lei de uso e ocupação do solo para que seja compatibilizada com o novo Plano, respeitando o que está previsto no Código Brasileiro de Aeronáutica.

 

MOBILIDADE


ESTACIONAMENTOS IRREGULARES SÃO COMUNS

2. Com o avanço do comércio ao longo das principais vias do Montese, a mobilidade torna-se um problema recorrente. É comum ver os veículos parados em locais proibidos. “Tem muito carro aqui no Montese”, afirma, taxativo, o comerciante Caubi Rodrigues, 43.

 

O problema acaba atingindo os moradores. “Ninguém pode mais sair de casa. Tem vezes que fico aqui preso (na garagem). É preciso melhorar a mobilidade para o bairro poder se desenvolver”, afirma o aposentado Raimundo Nonato.


RESPOSTA. A AMC informa que uma rota com agentes de trânsitos é mantida no bairro para coibir infrações. O órgão acrescenta que a fiscalização na região está sendo reforçada pela operação em conjunto com o Detran e a Polícia Rodoviária Estadual. Iniciada no dia 13 de maio, a força-tarefa rebocou 411 veículos estacionados irregularmente e efetuou mais de 1.300 autuações. A SER IV afirma manter fiscalização periódica e realiza notificações em caso de irregularidades.

 

EM ALTA

 

COMÉRCIO

Hoje, no Montese, quase tudo do que se precisa comprar pode ser encontrado no bairro.


EM BAIXA


LAZER

O Montese possui poucos espaços de lazer públicos para os moradores aproveitarem os momentos de folga. 

 

RONDA

O Povo nos Bairros publica o telefone de contato dos policiais da Ronda do Quarteirão no Montese 3457 1137, 3457 1049 e 190

 

25 MIL


Habitantes

O Montese possui 25.970 moradores, distribuídos numa área de 1,9 km²

 

BAIRRO


É a cara do meu bairro

Qual é a imagem que você acha a cara do seu bairro? Participe, envie sua foto para nós: opovonosbairros@opovo.com.br

 

Santuário de Nossa Senhora Aparecida. A atual igreja foi concluída em 1991, substituindo a antiga “Igrejinha do Montese”, que foi inaugurada em 1956 e demolida em 1990.

 

ALDEOTA


FIOS CAEM DE POSTE

3. O leitor Guilherme Rodrigues reclama que fios de telefonia caíram dos postes e estão quase na calçada no cruzamento das avenidas Santos Dumont com Barão de Aracati, na Aldeota. “Já reclamamos com a operadora, mas o problema não foi resolvido”, diz ele.

 

RESPOSTA. A Embratel informa que equipes foram enviadas ao local e os cabos foram reparados. Segundo a companhia, os serviços na região estão funcionando normalmente.

 

Serviço

Para solicitar a blitze conjunta de combate a estacionamentos irregulares em Fortaleza

AMC: 3025 0081 ou avenida Aguanambi, 90, José Bonifácio.

 

 

Compartilhar
espaço do leitor
Alaaércio Flor 17/06/2013 18:51
Os habitantes do Motese já tem foro de cidade.Quem será o primeiro Prefeito de Montese????
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Maclima 01/06/2013 16:26
NOVO CUECAGATE | PRESO MAIS UM LEVANDO DINHEIRO NA CUECA http://goo.gl/gKa9J
Este comentário é inapropriado?Denuncie
2
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:

O povo nos bairros

RSS

O povo nos bairros

Geimison Maia

Escreva para o colunista

Atualização: Quinta-Feira

TV O POVO

Confira a programação play

anterior

próxima

Fortaleza

  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: Caixa Jornal De Hoje

Erro: [Errno 13] Permission denied: u'/home/presslab/public_html/ns142/arquivos/imgs/capas/2018-12-18_capa_populares_prez-61-77.jpg_tmp'

Newsletter

Receba as notícias da Coluna O POVO nos bairros

Powered by Feedburner/Google

Mais comentadas

anterior

próxima