TURISMO ACESSÍVEL 03/03/2016 - 11h09

Aplicativo indica locais com acessibilidade pelo Brasil

Pelo aplicativo Guia do Turismo Acessível é possível verificar os melhores locais de circulação para pessoas com necessidades especiais. O APP já conta com versões em inglês e espanhol de olho nos Jogos Paralímpicos Rio 2016
notícia 0 comentários
{'grupo': 'Revistas', 'id_autor': 19072, 'email': 'sabryna@opovo.com.br', 'nome': 'Sabryna Esmeraldo'}
Sabryna Esmeraldo sabryna@opovo.com.br
Aplicativo Guia do Turismo Acessível

O aplicativo Guia do Turismo Acessível acaba de ganhar versões em inglês e espanhol. Parte do Programa Turismo Acessível, criado pelo Ministério do Turismo, o APP – para dispositivos iOS, Android e Windows Phone – teve suas novas versões disponibilizadas em fevereiro, pensando nos turistas e atletas que devem estar presentes nos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Desde seu lançamento, em 2013, o aplicativo já foi baixado mais de 800 vezes. Já o portal do Programa Turismo Acessível recebeu, desde sua criação em novembro de 2012, mais de 700 mil acessos.

Colaborativo
“De acordo com pesquisas da Secretaria de Direitos Humanos, em parceria com o Ministério do Turismo, uma das maiores dificuldades do turista com deficiência é conseguir informações sobre acessibilidade de serviços, empreendimentos e atrativos turísticos. Além de avaliar [por meio do Guia], o turista pode consultar ou sugerir novos estabelecimentos ou atrações, ajudando esse público a viajar pelo Brasil com mais autonomia”, explica Isabel Barnasque, coordenadora geral de Turismo Responsável do Ministério do Turismo.

Além da tradução do Guia para novos idiomas, estão sendo produzidos também guias de bolso com informações gerais e dicas práticas sobre como bem receber e atender turistas com deficiência, que serão disponibilizados por meio das secretarias estaduais de turismo nos próximos meses. “A ideia é sensibilizar e orientar gestores e profissionais de turismo que trabalham direta e indiretamente com o público”, afirma Isabel.

Público
Para o técnico de informática Ítalo de Sousa Pires, cadeirante há cerca de cinco anos por conta de uma má formação congênita, o tratamento com pessoas com necessidades especiais vem melhorando. “Graças a Deus, hoje em dia, são poucas as pessoas que pensam no deficiente como um coitadinho, isso é uma melhora muito boa”, destaca.

Segundo Pires, que já conhecia o Guia do Turismo Acessível, mas ainda não o utilizava, os locais que frequenta em Fortaleza, em geral, têm boa acessibilidade, entretanto, ele recorda algumas dificuldades que passou, por exemplo, em sua faculdade. “Tinha que subir um lance de rampa muito grande e já tinha uma quantidade de andares que dava para fazer elevador. Dá para melhorar, mas, comparado há uns dez anos, já melhorou muito. Vai melhorar ainda, acho que em uns cinco anos, em média, já vai ter melhorado bastante”, comenta otimista.
 
Para Ítalo de Sousa, cadeirante há cerca de cinco anos, os locais que frequenta em Fortaleza têm boa acessibilidade

Em Fortaleza
Em breve a capital cearense contará com o projeto Praia Acessível. Com expectativa de iniciar as atividades em março, no Aterrinho da Praia de Iracema, o projeto tem como objetivo promover acessibilidade de idosos, pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida às praias. O espaço, idealizado pelo Governo do Estado e executado em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, contará com esteira de acesso e cadeiras anfíbias (que possibilitam o acesso do público ao mar), estrutura para vôlei e frescobol adaptados, piscinas, cadeiras e mesas cobertas com toldos, banheiro acessível e itens de segurança.

A notícia foi recebida com otimismo por Ítalo Pires. “Eu fiquei muito feliz, não tinha aqui, vai beneficiar muito os deficientes físicos. Muito cadeirante não vai à praia justamente pela acessibilidade. Eu achei muito bom. Acho que a aceitação vai ser muito boa”. O investimento em equipamentos, realizado pelo Governo do Estado, é de aproximadamente R$ 400 mil. Já a Prefeitura é a responsável pela infraestrutura e logística do espaço. O projeto funcionará de quarta a domingo, de 9h às 14h, e, no período de alta estação (janeiro, julho e dezembro) será realizado de segunda a segunda.

espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Teaser da 11ª edição da Revista O POVO Cariri play

Teaser da 11ª edição da Revista O POVO Cariri

anterior

próxima

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS