Museus 18/05/2017 - 10h00

Para "viajar" na história: conheça quatro museus em Fortaleza

Da cultura cearense a fotografias singulares, a lista de museus para você revisitar o tempo e entender momentos importantes de idos passados é repleta de diversidades
notícia 0 comentários
{'grupo': 'ESPECIAL PARA O POVO', 'id_autor': 19144, 'email': 'diulianofreitas@opovo.com.br', 'nome': 'Diuliano de Freitas'}
Diuliano de Freitas diulianofreitas@opovo.com.br
Museu da Cultura Cearense. Foto: Luiz Alves

Criado em 1977 pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM), o Dia Internacional do Museu é comemorado nesta quinta-feira, 18 de maio, e traz consigo a ideia de que o público de grandes cidades pode e merece contemplar a cultura vivida em gerações passadas. Pensando nisso, selecionamos quatro museus fortalezenses que têm tudo para te levar a uma viagem no tempo. Registros de imagens que impressionaram o mundo, auge da indústria cearense e elegância de carros do tempo da brilhantina são alguns dos elementos que compõem essa narrativa que você pode construir junto à história das terras alencarinas.

Foto: divulgação
Museu do Ceará foi a primeira instituição museológica do Estado, criada em 1932

Museu do Ceará
Com 85 anos de fundação, o Museu do Ceara foi o primeiro espaço de arte criado no Estado. Entre medalhas, moedas, quadros, peças arqueológicas, artefatos indígenas e armas, o espaço conta com mais de dois mil itens. No espaço, há também peças da arte popular como coleção de cordéis publicados entre os anos de 1940 e 2000 - são mais de 950 exemplares. Parte dos objetos está ligada à escravidão e a movimentos abolicionista e literário do Estado: “Padaria Espiritual”, agremiação surgida em 1892 no Centro de Fortaleza e que reuniu músicos pintores e escritores, é um exemplo de grupos de sarau cujas lembranças podem ser revividas no espaço. O Museu do Ceará conta ainda com memórias que remetem a Padre Cícero e Frei Tito.

Foto: divulgação
Galeria Vaqueiros, um símbolo do sertanejo em exibição desde 1998

Museu da Cultura Cearense
Localizado no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, o Museu da Cultura Cearense (MCC) soma 15 anos de histórias para contar. Com 800 metros quadrados, o local mistura cenários compostos pela exposição permanente “Vaqueiros” a mostras periódicas. Caso a ideia seja visitá-lo até o fim deste mês, você encontrará em cartaz "Miolo de Pote: a cerâmica cearense primitiva e atual", onde estão reunidas duas coleções públicas de autorias de Bosco Lisboa, Gentil Barreira, Liara Leite, Sabyne Cavalcanti, Tiago Santana, Tércio Araripe, Terry Araújo e Túlio Paracampos.

Foto: divulgação
Museu da Industria e a valorização da cultura industrial cearense
 

Museu da Indústria
Preservar e valorizar a memória de séculos do desenvolvimento industrial do Ceará: essa é a premissa do Museu da Indústria. O público que visita o espaço acessa momentos que compõem essa trajetória, desde os idos do ciclo do couro até os atuais. O acervo conta com máquinas de costura, peças de moinho e móveis e equipamentos utilizados pela indústria gráfica da época. O espaço possui conta com projeção de tela sincronizada, sistema touch screan e acesso virtual ao acervo de museus de outras partes do mundo.

Foto: divulgação
O Museu da Fotografia engloba desde os anos de ditadura no Brasil, a Primavera Árabe

Museu da Fotografia
Inaugurado em março de 2017, com três andares e mais de duas mil obras, o Museu da Fotografia traz registros de profissionais cearenses e mundiais reconhecidos por suas produções visuais. Chico Albuquerque, José Albano, Tiago Santana e Sebatião Salgado são alguns deles. Cartier-Bresson, McCurry e Steve McCurry também têm produções expostas no lugar. As exposições "Um imaginário de Cidade" e “Jogos de Olhares” unem-se a cursos, palestras, café e biblioteca e dão o tom do cotidiano do espaço. As fotos fazem parte do acervo de Silvio e Paula Frota.

Saiba Mais
No circuito de museus de Fortaleza, alguns são dedicados a temas bem específicos , mas também podem garantir passeios interessantes e informativos. É o caso, por exemplo do Museu do Automóvel do Ceará (bairro Guararapes), Museu da Cachaça (Ipark, em Maranguape), Museu de Arte da UFC (Benfica), Museu da Imagem e do Som (Meireles), Museu da Escrita (Dionísio Torres) e Museu da Boneca de Pano (Pici).

Serviço
Museu do Ceará
Onde: Rua São Paulo, 51 – Centro
Quando: de segunda a sexta, das 9 às 17 horas/sábado, das 9 às 16 horas
Mais informações: 31012610/31012611
Entrada gratuita

Museu da Cultura Cearense
Onde:
Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 - Praia de Iracema)
Quando: terça a sexta, das 9 às 18h30min/fim de semana e feriado, das 14 às 20h30min
Mais informações: 34888621
Entrada gratuita

Museu da Indústria
Onde: Rua Dr. João Moreira, 143 - Centro, Fortaleza - CE, 60025-100
Quando: de terça a sábado, das 9 às 17 horas/domingo, das 9 às 13 horas
Mais informações: 32013901
Entrada gratuita

Museu da Fotografia Fortaleza
Local: Rua Frederico Borges, 545 – Varjota
Quando: de quarta a domingo, das 12 às 17 horas
Mais informações: 30173661
Entrada gratuita às quartas-feiras/de quinta a domingo, inteira R$ 10 (até 18 anos e maiores de 60 não pagam)

  • Museu do Ceará foi a primeira instituição museológica do Estado, criada em 1932
  • Galeria Vaqueiros, um símbolo do sertanejo em exibição desde 1998
  • Museu da Industria e a valorização da cultura industrial cearense
  • O Museu da Fotografia engloba desde os anos de ditadura no Brasil, a Primavera Árabe
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
500
As informações são de responsabilidade do autor:

Vídeos

Teaser da nova revista O POVO Norte play

Teaser da nova revista O POVO Norte

anterior

próxima

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS