NOVIDADES. QUADRINHOS 23/07/2014

Thor é mulher

A Marvel Comics anunciou mudanças radicais em dois de seus heróis. Em outubro, Thor será uma mulher e um homem negro assume o manto de Capitão América
notícia 0 comentários
{'grupo': 'Especial para O POVO', 'id_autor': 16407, 'email': 'andrebloc@opovo.com.br', 'nome': 'Andr\xe9 Bloc '}
André Bloc andrebloc@opovo.com.br
REPRODUÇÃO / MARVEL COMICS
Thor: versão feminina chega às bancas em outubro próximo
Compartilhar


Em 2011, a Marvel Comics surpreendeu ao apresentar o adolescente negro e hispânico Miles Morales como o substituto do Homem-Aranha no seu Universo Ultimate - linha editorial que retrata antigos personagens em novas versões. Se a inclusão de duas minorias no universo de seu herói mais popular já causou rebuliço, o anúncio da última terça-feira, 15, é um choque ainda maior. Thor, o Deus do Trovão, um dos três principais heróis do supergrupo Os Vingadores, continua com seu martelo Mjölnir, poder sobre os relâmpagos e fabulosas madeixas louras. Só que em breve ele passa a ser uma mulher. A mudança de sexo está prevista para chegar às bancas norte-americanas em outubro.


A grande diferença entre a nova Thor e o Homem-Aranha de Miles Morales é que a personagem se enquadra no universo tradicional dos super-heróis Marvel, sendo líder dos Vingadores ao lado de Capitão América e Homem de Ferro. “Ela não é Mulher-Thor. Não é Lady Thor. Nem Thorita. É Thor. Ela é o Thor do Universo Marvel, mas diferente de qualquer Thor que vimos antes”, enfatizou o roteirista da nova série Jason Aaron, durante o anúncio. Não se sabe, porém, quem será a mulher a levantar o martelo Mjölnir e ganhar os poderes do deus asgardiano.


Para a jornalista Mariamma Fonseca, 26 anos, criadora do site Lady’s Comics, a mudança do sexo da protagonista é parte de uma estratégia da Marvel, uma das duas maiores editoras de quadrinhos do mundo, para atrair novos públicos. “Mesmo pegando todos de surpresa, achei que já estava passando da hora de eles perceberem que não só homens leem quadrinhos”, disse.


Já a quadrinista cearense Sirlanney Nogueira, que assina com o pseudônimo “Magra de Ruim” (sirlanney.tumblr.com), acrescenta que vê como uma grande “sacada” da Marvel. “As mulheres vieram durante todo esse século XX de libertação conquistando ferrenhamente os seus direitos de serem vistas como seres pensantes e em igualdade. Do contrário do que se pensa, ainda falta um longo caminho, pois sofremos violência diariamente”, afirma, ressaltando que a decisão da Marvel consolida um espaço conquistado.


A novidade de Thor ser uma mulher só é comparada a outra, também revelada na semana passada pela gigante dos quadrinhos: Capitão América, o mais patriótico dos super-heróis, agora é negro.

 

> TAGS: quadrinhos
Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

O POVO Entretenimento | Vida & Arte