Governo 06/06/2012

Pinheiro deixa Secult; Antonio Carlos é novo titular da pasta

Pelo menos quatro secretários estaduais deixaram o cargo ontem. O atual líder do Governo na Assembleia assumirá a Secretaria da Cultura
GABRIEL GONÇALVES
O atual líder do governo, Antônio Carlos, foi comunicado ontem da articulação política que o levou à Secult
Compartilhar

O deputado Antonio Carlos (PT), atual líder do governo na Assembleia Legislativa, será o novo secretário da Cultura. Ele assume no lugar de Francisco Pinheiro, que retoma hoje seu mandato como deputado estadual pelo PT.

 

Pinheiro é um dos secretários estaduais que foram exonerados ontem à tarde pelo governador Cid Gomes, último dia do prazo de desincompatibilização dos secretários estaduais para quem quiser disputar alguma prefeitura. Além de Pinheiro, os outros dois secretários petistas deixaram o Governo: Nelson Martins (Agricultura) e Camilo Santana (Cidades).

 

Nelson Martins deverá ser substituído por seu secretário adjunto Antônio Rodrigues Amorim. No caso da Secretaria das Cidades, a situação é mais complicada, uma vez que o atual secretário adjunto, o ex-deputado Eugênio Rabelo também se desincompatibilizou.

 

A saída dos três petistas foi acertada desde a semana passada pelo próprio governador, diante do cenário indefinido da aliança entre PT e PSB. Com isso, Cid mantém aberta a possibilidade - do ponto de vista legal - de emplacar outro nome, que não o de Elmano de Freitas, como candidato do PT. Depois do encontro de domingo, no entanto, isso só poderia acontecer caso Elmano viesse a desistir da própria candidatura.

 

Além dos três petistas, O POVO apurou que pelo menos mais um secretário estadual deixou sua pasta. Pelo PSB, sai o titular da Secretaria Especial da Copa (Secopa), Ferrúcio Feitosa. Com isso, ele continua como uma opção do partido à Prefeitura de Fortaleza. No lugar de Ferrúcio deve assumir Osterne Feitosa, atual secretário adjunto da Pasta.

 

Diferentemente do que vinha sendo noticiado, o secretário da Fazenda, Mauro Filho, deve continuar no cargo. Ainda ontem à noite, havia informações não-confirmadas de que mais um secretário deveria deixar o governo.

 

Com o retorno dos três petistas, há mudanças entre os suplentes que ocupam vaga na Assembleia. Saem os deputados Ana Paula Cruz (PRB), Silvana Oliveira (PMDB) e Mailson Cruz (PRB). Com o o fim da licença do deputado Neto Nunes (PMDB), previsto para os próximos dias, Antonio Carlos, que é terceiro suplente, deve perder a vaga. Por isso, a indicação para a Secretaria da Cultura, cuja nomeação deve sair no Diário Oficial de hoje.

Quem


ENTENDA A NOTÍCIA


Antonio Carlos é deputado estadual pelo PT. Atualmente, é líder do governo na Assembleia Legislativa do Ceará. Ele foi escolhido para assumir a Secretaria da Cultura (Secult), no lugar de Francisco Pinheiro.

Erick Guimarães erick@opovo.com.br
Compartilhar
espaço do leitor
F. Popular de Teatro 06/06/2012 13:36
Temos que volatar a ter coragem d ese indignar.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
F. Popular de Teatro 06/06/2012 13:34
Até quando nnós artistas iremos aceitar esse troca troca sem compromisso a cultura do nosso estado. chega.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Costa 06/06/2012 11:01
No raciocínio de alguns, não precisa ser honesto, basta ser menos corrupto que outros.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
DAvi 06/06/2012 10:38
essa secretaria de cultura desse governo é como aquelas quitandas de vender cerveja, pode colocar qualquer um lá, que dá na mesma .. é ridículo como não tem política cultural nenhuma, bota qualquer um, e seguramente, o que menos tem a ver com cultura,. ridículo.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Ciro Adams 06/06/2012 10:10
Aos tucanos, demos e cia ltda de plantão, antes de chamarem os petistas de corruptos, vocês já olharam o ranking de corrupção por partido? Acho eu que vocês terão uma surpresa.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Ver mais comentários
10
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS