Saúde em Fortaleza 14/02/2014

Médicos denunciam esvaziamento do Programa Saúde da Família na Capital

Profissionais do Programa de Saúde da Família estariam sendo deslocados da função original após a Prefeitura estender o atendimento de alguns postos de saúde da Capital das 7 h até as 19 horas
notícia 14 comentários
{'grupo': 'especial para O POVO', 'id_autor': 16627, 'email': 'marcosroberio@opovo.com.br', 'nome': 'Marcos Rob\xe9rio '}
Marcos Robério marcosroberio@opovo.com.br
FOTO: EVILAZIO BEZERRA
PSF mudou para garantir funcionamento dos postos até as 19h
Compartilhar


O atendimento do Programa de Saúde da Família (PSF) teria sido prejudicado em Fortaleza após a Prefeitura ter estendido o horário de atendimentos nos postos até as 19 horas, desde o fim do ano passado. Médicos do programa informaram a O POVO que estão sendo deslocados do acolhimento às famílias para suprirem a demanda por atendimento imediato nos postos. Por isso, a população de algumas comunidades não está sendo devidamente assistida.


“O objetivo do PSF era de prevenção, mas agora muita gente está chegando nos postos e não tem vaga para fazer o agendamento adequado”, afirma o médico Fernando Carvalho, que atende em posto do Conjunto Esperança. Segundo ele, a presença do programa foi reduzida em algumas comunidades, como Jardim Fluminense, Planalto Vitória, Presidente Vargas e Parque Santa Rosa, além do próprio Conjunto Esperança.


O atendimento na atenção básica é dividido em dois tipos. O atendimento espontâneo é de natureza emergencial e compreende os casos em que pacientes buscam as unidades para acolhimento imediato, como dores variadas, febre e crises de hipertensão.


Já o atendimento programado está ligado ao planejamento e se destina à educação em saúde e prevenção de doenças. É essa atuação mais planejada que teria sido afetada em detrimento das demandas mais urgentes. “Não temos nada contra o fato de atender até 19 horas, mas se criou serviço novo e não foram colocados novos profissionais”, argumenta Carvalho, que integra a diretoria do Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec) e diz que o problema ocorre em “100%” das unidades que passaram a funcionar de 7 horas às 19 horas.


Cinquenta e dois dos 92 postos de saúde municipais já funcionam até as 19 horas, quantidade que deverá ser ampliada com a entrega de dezenas de unidades que atualmente passam por reforma.


Médica de um posto no Tancredo Neves, Aline Miranda explica que, desde janeiro, cada médico do PSF é deslocado ao menos dois dias na semana para atendimento espontâneo. Isso, segundo ela, implica na redução do acompanhamento de crianças, hipertensos e grávidas, por exemplo, que é feito nas visitas às comunidades. “Se o prefeito quer ter médico plantonista nos postos, por que não coloca mais médico pra fazer isso?”, questiona. A população do Tancredo, do Jardim das Oliveiras e do Conjunto Tasso Jereissati, segundo ela, tem reclamado da redução.


Uma médica que atua no bairro Padre Andrade e preferiu não se identificar também relatou o problema e disse que vários bairros da Regional III estão sendo afetados. “Quase não está mais havendo nenhum programa de prevenção”, afirma a profissional. “A população vai achar bom que tenha atendimento até mais tarde, mas para o longo prazo isso não vai ser bom”, complementa.

 

Saiba mais


Existem hoje pouco mais de 400 equipes de saúde da família em Fortaleza. Mesmo com a chegada de mais de 200 profissionais para o programa, a cobertura atual é de 68% do território da Capital.


Segundo a secretária Socorro Martins, a meta é chegar a 70% até o fim da atual gestão do prefeito Roberto Cláudio (Pros).


Antes de passarem a atender até as 19 horas, as unidades atendiam até as 17 horas. Algumas, de acordo com a secretária, atendiam apenas pela manhã.

 

> TAGS: saúde psf
Compartilhar
espaço do leitor
clara setubal 15/02/2014 11:36
PSF não é contituído só de médicos! Dentista tb participa! A saúde começa pela boca. NÂo vai tr concurso p/dentista não RC? O Snhor só abriu p/médicos e outros profissionais menos dentista. É por essa e outras que somos o país dos desdentados!
clara 15/02/2014 11:30
PSF não é feito só de médicos! Kd a participação da saúde bucal? Dentista tb faz parte da equipe. Kd os concursos q o RC prometeu? Não tm vaga p//dentista não? Apenas p/médicos e de preferência cubanos? É por essas e outras q somos o país dos desdentados!!!
beatriz 15/02/2014 11:25
RC pensa q saúde só é feita de médicos? E quanto aos dentistas e enfermeiros? Saúde bucal é importantíssima afinal a saúde começa pela boca
daniel 15/02/2014 10:54
nunca se investiu tanto em saude como hoje, sao mas d 6 upas varios hopitais regionais, me digam o q foi feito pela administracao anterior?
Luiz Filho 15/02/2014 10:21
Votou 40,00, 50,00, 100,00 agora aguenta.
Ver mais comentários
14
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS