breves 08/02/2013

Mulher acusada de bruxaria queimada viva em Nova Guiné

Compartilhar

SUPERSTIÇÃO


Mulher de 20 anos acusada de bruxaria foi despida, encharcada com petróleo e queimada viva diante de multidão em Papua Nova-Guiné. A jovem mãe, identificada como Kepari Leniata, foi torturada e queimada em fogueira de pneus na quarta-feira, em Mount Hagen. A multidão impediu a intervenção da Polícia e dos bombeiros. 

 

ESPANHA


Genro de rei pode ter bens apreendidos

Iñaki Urdangarín, genro do rei Juan Carlos da Espanha, pode ter seus bens apreendidos por não pagar fiança de 8,2 milhões de euros. Urdangarín, 45, duque de Palma de Mallorca e marido da infanta Cristina, está envolvido em escândalo de corrupção e, em dezembro de 2011, se afastou de todas as funções oficiais da casa real. 

Compartilhar
espaço do leitor
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS