gerencie sua carreira 26/11/2011 - 15h00

Profissionais de zootecnia ganham mais espaço

O consumo cada vez maior de alimentos de origem animal e a exigência de técnicas menos violentas de abate têm exigido a presença de zootecnistas
FOTO: SARA MAIA
Estudante cuida da criação de caprinos

Carne, leite, ovos, frango, dentre outros diversos alimentos e produtos que são de origem animal fazem parte do cotidiano de muitas pessoas. Os responsáveis pelos cuidados com rebanhos e granjas são os zootecnistas que trabalham com criações de animais para consumo humano.

 

A atuação do profissional está ligada a atividades como genética e reprodução, nutrição, desenvolvimento de tecnologias para as instalações e higiene dos animais, além da administração rural. “Nossa meta é árdua. Tentamos produzir alimentos (para as pessoas) sem maus tratos para o animal”, afirma o gerente administrativo da Fazenda Boticário, do grupo Ypióca, Thiago Luis Araújo, 25.


Thiago é formado em zootecnia e trabalha com bovinos de leite, suinocultura, ovinocultura (produção de ovelhas, cordeiros, carneiros, carne de ovelha, leite de ovelha) e caprinos. “As pessoas não sabem da importância do nosso trabalho. Há um desconhecimento da profissão. Todos os dias, as pessoas colocam alimento na mesa e não percebem que também somos responsáveis por isso”, ressalta o profissional.

 

Salários


O zootecnista afirma que a categoria está ligada ao Conselho de Medicina Veterinária, mas que não há uma entidade de representação direta dos zootecnistas, por isso, pautas específicas da área muitas vezes são inviabilizadas. Segundo Thiago, apesar da importância da atividade, muitos profissionais são desvalorizados, recebendo remuneração em torno de R$ 2.500. “Mas há profissionais que recebem bem menos que isso”, afirma.


Em Fortaleza, já existem cursos de nível superior para o ensino da Zootecnia, como a Universidade Federal do Ceará (UFC). Também há a Universidade Vale do Acaraú (UVA - Sobral) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE – Crato) que oferecem graduação em Zootecnia.

 

Saiba mais


Zootecnia e veterinária são a mesma coisa?

Não. O zootecnista trabalha cuidando de animais em produção voltada para o consumo humano. O veterinário é o médico do animal, tratando prioritariamente de doenças. Mas o veterinário também pode trabalhar como zootecnista.

 

Bate-pronto

O POVO - Como está o mercado hoje no Ceará?

Raimundo - Há 15 anos, o mercado era bem restrito. O cerco agrário e as empresas eram muito conservadoras. Só a avicultura tinha espaço, o restante era muito precário. Mas o mercado ampliou muito. Antigamente, ninguém sabia o que era um zootecnista. Hoje melhorou, mas ainda falta profissional, gente preparada.

O POVO - Como o mercado está acolhendo os recém-formados?

Raimundo - Os alunos estão saindo da faculdade sem muita experiência. O mercado existe, não sei como está a formação teórica, mas na prática os alunos saem da faculdade com dificuldades. Isso gera uma deficiência no setor.

 

EM BAIXA

 

SALÁRIOS

Apesar de o número de contratações aumentar a cada ano, o zootecnista ainda ganha pouco. São pagos, em média, R$ 2.500 por mês. A ausência de sindicato também gera “invisibilidade” à profissão.

 

EM ALTA

 

TRABALHO

O mercado na área está crescendo. Mais oportunidades para zootecnistas estão surgindo em diversas fazendas e empresas que trabalham com alimentos e produtos oriundos de animais.

 

 

Iniciantes

"Profissionais do mercado reclamam da má-formação dos recém-graduados".

 

Danilo Castro

ESPECIAL PARA O POVO

trabalho@opovo.com.br

2
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor no:
espaço do leitor
Thiago 29/11/2011 08:12
Durante a graduação, muitos professores focam principalmente a iniciação científica e não valorizam muito quando alunos querem ter experiências fora da Universidade. Dessa maneira muitos alunos terminam a graduação e só têm olhos para o mestrado. Aqueles que não são aprovados para o mestrado, ou que escolhem lançar-se ao mercado muitas vezes não sabem nem por onde começar a procurar emprego. Eu senti isso na pele. O conselho que dou é procurar cada vez mais experiências, não apenas estágios. Mesmo ganhando pouco (comecei com R$ 1.500,00) vale a pena dar esse primeiro passo.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Allessandro 27/11/2011 22:04
Grande Zootecnia, fiz desta graduação minha vida, é um curso apaixonante. Estou muito feliz com o mercado de trabalho para os profissionais da Zootecnia. Um abraço a todos os fantasticos e grandiosos Zootecnistas
Este comentário é inapropriado?Denuncie
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS