Porto das Dunas 28/10/2013

Após três dias, acaba sequestro de estudante

Polícia estourou cativeiro e prendeu quatro pessoas. Investigações continuam e podem resultar na detenção de mais envolvidos. Jovens ex-vizinhos do universitário são apontados como os sequestradores
{'grupo': ' ', 'id_autor': 16398, 'email': 'brunobrito@opovo.com.br', 'nome': 'Bruno de Castro'}
Bruno de Castro brunobrito@opovo.com.br
Fac-símile de matéria sobre sequestro de empresária em 2012
Compartilhar

Durou três dias o primeiro sequestro ocorrido este ano em Fortaleza. Ontem pela manhã, a Polícia estourou o cativeiro onde estava o estudante universitário levado do estacionamento da Universidade de Fortaleza (Unifor) na última quinta-feira, 24. A identidade dele não foi revelada.

 

O POVO apurou que, logo após ser rendido, o universitário foi colocado dentro de um Gol e levado para o cativeiro, onde teria sido vigiado por um rapaz de apenas 17 anos apontado pela Polícia como autor do sequestro ao lado de outro jovem. O POVO apurou ainda que eles morariam vizinho a um prédio onde já residiu o estudante, num bairro nobre da Cidade.


O jovem estava numa casa no Porto das Dunas, em Aquiraz, Região Metropolitana da capital. Filho de um empresário do ramo de distribuição, ele tinha acabado de descer do carro quando foi abordado por um rapaz que se passava por entregador de panfletos.


A família do universitário acionou a Polícia horas depois, quando um amigo de faculdade encontrou o carro do jovem com as portas abertas, não conseguiu localizá-lo por telefone e, preocupado, decidiu buscar os pais do colega.


O estouro do cativeiro resultou na prisão de quatro pessoas, segundo a assessoria da Civil. Contudo, em nota, a Delegacia Geral de Polícia Civil informou ontem ainda pela manhã que prossegue com as investigações no intuito de efetuar “novas detenções nas próximas horas”. Até o fechamento da matéria, ninguém mais havia sido preso.


A Polícia trabalha com a tese de a quadrilha ser amadora nesta prática criminosa. A forma como o sequestro foi conduzido dá pistas disto. Um dos sinais mais graves foi o fato de o grupo sequer ter aguardado o prazo de 24 horas normalmente utilizado por bandos especializados para exigir pagamento de resgate. Horas depois de levar o jovem, já pedia R$ 1 milhão para libertá-lo. A quantia não foi paga.


O POVO apurou que o estudante já passou por exames médicos e está bem fisicamente, em casa e junto dos familiares. Para hoje, a Polícia promete a divulgação de detalhes do resgate.

 

Um em 2012

No ano passado, um sequestro na Capital também requereu atenção da Polícia. Uma empresária do ramo de venda de eletrodoméstico , passou duas semanas em poder de bandidos. Tanto em 2012 quanto neste ano, o Interior registrou um caso de sequestro. (Colaborou 

Demitri Túlio)

 

Saiba mais

 

Na nota divulgada ontem, a Polícia Civil disse que encontrou o jovem em bom estado de saúde.


Além do sequestro do universitário na Capital, a Polícia lidou com o caso de um menino de seis anos levado de um supermercado em Morada Nova, a 161 quilômetros de Fortaleza.

 

Em outubro de 2012, uma jovem de 21 anos de Ubajara passou três dias sequestrada.

 

Serviço

 

Divisão de Antissequestros (DAS)

Onde: rua São Paulo, 1889, no bairro Jacarecanga

Telefone: 3238 1086

Compartilhar
espaço do leitor
Rodrigo Santos 28/10/2013 20:34
Nem sei como foi divulgado o nome do bandido. Porque Roberto monteiro saiu la da Secretária. Quem tem dinheiro mete medo mesmo na policia.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Bruno Lima 28/10/2013 14:27
O fato dos criminosos serem de classe social boa deveria ser uma agravante na pena. Mas acho que no Brasil roubar para passar a fome dá pena maior do que roubar para beber uísque em boate chique. O que será que os pais e as escolas estão ensinado para esses garotos?
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Dionir 28/10/2013 13:23
Cadê a Classe Média pedindo redução da maioridade penal e pena de morte? Ou essa indignação só vale para quem é preto e pobre?
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Felipe 28/10/2013 11:38
Divulguem os nomes dos presos por favor!!!
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Roberto Lopes 28/10/2013 11:00
Verdade mundico, esse circo já é bem conhecido da população. Prendem marginais e horas depois estão soltos. A Polícia sabe bem quem são os marginais da cidade e já deve está cansada de fazer papel de palhaço nessa história toda. Nem algemar um marginal pode mais.
Este comentário é inapropriado?Denuncie
Ver mais comentários
18
Comentários
300
As informações são de responsabilidade do autor:
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

ACOMPANHE O POVO NAS REDES SOCIAIS

Jornal de Hoje | Página Cotidiano